quinta-feira, 7 de novembro de 2013

POLÍCIA CIVIL ENCONTRA COCAÍNA E CRACK EM GARRAFA DE CAFÉ. CASAL ACABOU PRESO


Um casal foi preso em flagrante pela Polícia Civil no Velame em Campina Grande, acusado de tráfico de drogas e associação ao tráfico.
Os Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos estavam recebendo várias denúncias de moradores do bairro dando conta do “comércio”.
Eles já sabiam que o homem comercializava a droga, guardando na residência da namorada.
Numa ação rápida, os agentes prenderam em flagrante o rapaz com uma pequena porção de cocaína.  
Já na casa da mulher foi encontrado o crack, sacos plásticos e uma quantia em dinheiro.
A prisão da dupla aconteceu na tarde desta quinta-feira (08/11).




POLÍCIA CIVIL IDENTIFICA ACUSADO DE MATAR JOVEM EM FESTA RELIGIOSA

(Crime aconteceu em Lagoa do Jucá)
A polícia civil no município de Alcantil, no cariri paraibano, identificou o homem suspeito de assassinar, a tiros,  o jovem Getúlio Ferreira, de 25 anos, durante uma festa religiosa na comunidade “Lagoa do Jucá”.
O crime aconteceu na noite de sábado (02/11).
O acusado é José Elizaldo Alves que mora em Toritama/PE.
A investigação foi realizada pela delegada Ivanise Fonseca e a equipe de Agentes.
A vítima morava no Rio de Janeiro e estava em férias na casa dos pais em Barra de Aroeiras, Alcantil, havia 20 dias.
A pretensão de Getúlio era passar as festas de final de ano com a família.
Ele trabalhava como armador da construção civil.
O rapaz era uma pessoa pacata e sua morte deixou os moradores do município revoltados.
O motivo do crime pode ter sido uma desavença ocorrida no carnaval de 2011, na cidade de Riacho de Santo Antônio, também no cariri.
Nesta época o acusado teria aplicado um soco em Getúlio que, por sua vez, chamou a polícia.
Testemunhas disseram que José Elizaldo não gostou e  afirmou que “um dia mataria a vitima”.

O CRIME

PC DESVENDA HOMICÍDIOS EM CAMPINA. CRIMES OCORRERAM EM S. J. DA MATA, J. CONTINENTAL, M. SANTO E CATOLÉ

("Nego Bu": acusado de dois homicídios)
A Divisão de Homicídios (delegados Francisco de Assis Siva, Cassandra Duarte e  Maíra Roberta, além de Agentes da Delegacia) apresentou na manhã desta quinta-feira (07/11) o resultado várias investigações recentes que culminou com prisões de três homens acusados de homicídios em vários bairros de Campina Grande e no Distrito de São José da Mata este ano.

(Cassandra, Vilella, Maíra e Assis: crimes elucidados)

José Fábio da Silva, de 20 anos, foi preso (mediante mandado) acusado da morte de Pedro Feitosa Neves Filho, de 54, ocorrida no em 07 de outubro.
A vítima foi agredida fisicamente dias antes em uma das ruas do Distrito de São José da Mata, chegou a ser socorrida para o Trauma, mas devido à gravidade acabou não resistindo.
José Fábio negou que tivesse intenção de matar.
Ele garantiu que houve uma discussão com Pedro que acabou gerando uma briga.
Também foi preso Flaviano do Nascimento, o “Nego Bu”, 19 anos, morador do Monte Santo.
Contra ele pesam acusações de dois homicídios e uma tentativa.
A primeira morte, a ele atribuída, é de Daniel Nascimento Costa, 27 anos, assassinado a tiros na madrugada de 20 de julho, no Jardim Continental.
Daniel foi socorrido e morreu no Hospital de Trauma, após ser atingido com nove disparos de pistola.
Ele teve a casa invadida por dois homens armados que abriram fogo sem dizer nada.


(local onde Daniel foi assassinado)

CRIME PASSIONAL: COMERCIANTE MATA MARIDO DA EX-NAMORADA

(Ronaldo Salviano Barreto)
Ronaldo Salviano Barreto, 26 anos, foi assassinado com um golpe de faca peixeira na madrugada desta quinta-feira (07/11), na cidade de Araçagi, no Brejo paraibano.
Segundo relato de policiais, o crime ocorreu após a vítima entrar em luta corporal com o ex-namorado da atual esposa.
O crime foi motivado por ciúme.
O acusado, identificado como o comerciante Djair Correia, estaria cortejando a mulher de Ronaldo Salviano e, de acordo com o cabo Juliano Mendes (4ºBPM), estava sendo correspondido.
“A mulher comentou que estava separada de Ronaldo Salviano, mas se encontrava com ele para reconciliação. Nesse período ela também mantinha contato com o comerciante, com quem teve um relacionamento no passado”.

LADRÃO ASSALTA MERCADINHO NO MONTE SANTO, MAS É IDENTIFICADO


Um homem assaltou um mercadinho no bairro Monte Santo em Campina Grande no final da tarde desta quarta-feira (06/11).
A polícia fez diligências, mas não encontrou o ladrão.
Testemunhas relataram que o acusado é um ex-presidiário.
O nome foi informado aos policiais.
Ele invadiu o estabelecimento armado com um revólver, anunciou o assalto e levou “500,00 reais”.
A Roubos e Furtos está procurando o suspeito.

DUPLA ASSALTA “LOJA DE INFORMÁTICA” E CAUSA GRANDE PREJUÍZO


Uma loja de equipamentos para computadores foi assaltada por volta das 16h00 desta quarta-feira (06/11) no bairro São José.
O estabelecimento fica localizado em frente ao Shopping Center Campina Grande, na Avenida Floriano Peixoto.
O crime foi praticado por dois ladrões “aparentemente jovens” que chegaram se passando por clientes.
Inicialmente um entrou no local, depois saiu e voltou com o comparsa.
Um deles estava com arma de fogo em punho e o outro com uma mochila nas costas.
A proprietária informou aos policias militares que a dupla fugiu em uma moto de cor amarela com destino ao centro da cidade.
Foram levados dois notebooks, cinco tablets, além de equipamentos eletrônicos. 

PM PRENDE “INIMIGO” NA LIBERDADE

(Inimigo foi preso pela Força Tática)
A Polícia Militar prendeu na madrugada desta quinta-feira (07/11) no bairro Liberdade em Campina Grande, Jucélio Barbosa Carneiro, conhecido “popularmente” por “Inimigo”.
Contra ele existia um mandado de prisão em aberto.
Os policiais chegaram ao foragido do Serrotão após uma denúncia anônima.
Inimigo estava bastante agressivo, mas “resolveu colaborar” com a Força Tática e evitar alguns hematomas desnecessários.

PM É BALEADO EM TENTATIVA DE ASSALTO, ACUSADOS ACABAM PRESOS: UM DELES TAMBÉM SAIU FERIDO

(Acusados presos)
Um cabo da polícia militar, lotado no 2ºBPM foi vítima tentativa de homicídio e assalto na noite desta quarta-feira (06/11), quando chegava em casa, na companhia da esposa.
O PM, de 46 anos, foi baleado com um tiro na perna.
O crime aconteceu por volta das 21h00 no bairro Novo Cruzeiro, em Campina Grande.
Os acusados têm, 19 e 18 anos de idade.
um deles também saiu ferido com um tiro na perna.
O PM e a esposa voltavam de uma igreja quando perceberam um Ford KA se aproximando em alta velocidade.
O militar deu passagem para o carro, mas o condutor emparelhou o Ford KA com o Fiat do cabo e anunciou o assalto.
O policial foi obrigado a parar.