segunda-feira, 11 de novembro de 2013

POLÍCIA CIVIL PRENDE BALCONISTA DE FARMÁCIA ACUSADO DE ESTUPRAR FILHA DE 11 ANOS EM CAMPINA


A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (11) um homem acusado de estuprar a própria filha, em Campina Grande.
O suspeito mora no bairro das Malvinas, mas foi preso no local de trabalho, no Centro da cidade, por volta das 10h.
A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Infância e a Juventude e do Grupo Tático Especial (GTE) da 10ª DSPC.
De acordo com o delegado seccional, Iasley Almeida, as denúncias partiram da própria filha do acusado, que tem apenas 11 anos de idade. “A partir daí, nós passamos a investigar o suspeito, até conseguirmos o mandado de prisão expedido pela Justiça, que foi cumprido hoje”, disse Iasley.

ACUSADO DE MATAR POLICIAL MILITAR É PRESO EM CAMPINA GRANDE

(Fábio Félix da Silva)
Policias da Rotam do 2º BPM, prenderam Fábio Félix da Silva, 27 anos, com pedras de crack, dinheiro e uma faca.
Ele foi detido no Jeremias por volta das 21h00 desta segunda-feira.
De acordo com o Ten. Cel. Souza Neto, Fábio é apontado como responsável pela morte de um cabo, há quatro anos, na cidade de Campina Grande.


VICENTE NERY LUTA CONTRA AS DROGAS



Segundo familiares, o cantor Vicente Nery tem vivido um drama nos últimos tempos.
O uso das drogas e a depressão provocaram uma mudança no seu jeito de ser.
A realidade deixou familiares, amigos e fãs tristes.
Vicente Nery sabe cativar as pessoas.
Tem um jeito manso de falar e lutou muito, ao deixar o interior, enfrentar a falta de recursos e se transformar em um astro do forró, com agenda lotada até o fim do ano.


“ELA É VIOLENTA, FRIA E PERIGOSA”, DIZ DELEGADO SOBRE MULHER ACUSADA DE INVADIR CASAS

(Sabrina: "perversa, violenta e fria")
O delegado Iasley Almeida (10ª Seccional de Campina Grande) disse nesta segunda-feira (11/11) que a mulher acusada de liderar uma quadrilha de invasores de casas em Campina Grande e região “é uma mulher perigosa, violenta e fria”.
A declaração ocorreu durante uma coletiva no 2ºBPM em que foram reveladas as circunstâncias das 17 prisões ocorridas em Campina Grande, em menos de 24 horas.
As prisões foram realizadas por policias do 2ºBPM.


(Iasley e Souza Neto durante coletiva)
Iasley falou ainda que Sabrina Nascimento, 19 anos, tinha o hábito de mudar a cor do cabelo para não ser identificada.
“Ela pintava o cabelo. Pintava de diversas cores; preto, marrom, acaju, vermelho... Ela não tem piedade e foi uma prisão de extrema importância”.

FOI POR POUCO: IDOSA DE 85 ANOS QUASE MORRE EM INCÊNDIO NO BAIRRO DAS CIDADES


A aposentada Maria Anunciada Tavares da Silva, de 85 anos, deficiente visual, por pouco não morreu em um incêndio dentro da casa onde mora na Rua Rezende, Bairro das Cidades, Campina Grande.
Na manhã desta segunda-feira (11/11) ela deu entrada no hospital de Trauma com sérios problemas respiratórios em virtude de ter inalado muita fumaça.
Ela foi salva por vizinhos que ouviram gritos de socorro.


BISPO CAMPINENSE INAUGURA REFORMAS NA MATRIZ DO BAIRRO SANTO ANTÔNIO

(Dom Delson celebra missa festiva no Santo Antônio)
O bispo diocesano de Campina Grande, Dom Manoel Delson  preside na noite desta segunda-feira (19h30) uma missa festiva que vai marcar a inauguração das reformas na igreja matriz do bairro Santo Antônio.
Essa matriz, uma das mais tradicionais da cidade, foi inteiramente reformada ao longo dos últimos dois anos, tendo à frente dos trabalhos o padre Hermes, pároco local.
(paraibaonline)


ASSEMBLEIA DE DEUS COMEMORA 95 ANOS NA PB COM CULTOS ESPECIAIS


Nesta segunda-feira (11/11), a Igreja Assembleia de DEUS comemora 95 anos de existência na Paraíba.
Fundada em 1918, no sítio Vertente, em Alagoa Grande, no brejo, a igreja hoje conta com 200 mil integrantes em todo o Estado.
Com sedes em João Pessoa e Campina Grande, a Assembleia de DEUS possui missionários em sete países como Paraguai, Bolívia, Peru, México, Colômbia, Senegal e Papua Nova Guiné. 
A programação especial de aniversário será realizada durante toda esta semana.
Mais informações: www.adpb.com.br
(Redação com assessoria)

BACHAREL EM DIREITO PRESO POR MATAR CONSTRUTOR NO TRÂNSITO VAI PARA CELA ESPECIAL


O bacharel em direito João Paulo Barbalho Inácio da Silva, 28 anos, que provocou o acidente que causou a morte do construtor Bruno Fonseca, 35 anos, na manhã de domingo (10/11), na Capital, deve se transferido para uma cela especial.
Na Central de Polícia Civil ele foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar).


(João Paulo em conversa com um PM)
A mulher da vítima ficou ferida, mas passa bem.
O advogado dele é  Genival Velloso.
A polícia civil informou que João Paulo e um amigo apresentavam sintomas de embriaguez na hora do acidente.
Por estar conduzindo o carro, apenas o bacharel foi preso em flagrante.

APÓS CAIR EM ARMADILHA DE GENRO, HOMEM É TORTURADO E ASSASSINADO

(Acusados do crime usaram de crueldade)
Manoel Sílio B. dos Santos, 39 anos, foi cruelmente assassinado na madrugada deste domingo (10/11), em Pedras de Fogos, zona da mata paraibana.
O acusado é um genro da vítima, Rafael Brito do Monte,  de 18 anos, e um comparsa, Allisson José Pereira, de 24.
O corpo de Manoel apresentava sinais de tortura.
Segundo o tenente, ele teve um dedo da mão esquerda arrancado e vários cortes pelo corpo, como no tornozelo, na cabeça e um ferimento profundo no pescoço.
A dupla teria usado uma foice para cometer o crime.
A vítima foi levada ao local do crime pelo próprio genro, que fingiu precisar de uma carona.

IDOSA É ESPANCADA E ESTUPRADA DENTRO DE CASA; SUSPEITO É O AMIGO DO FILHO DA VÍTIMA


Uma idosa de 91 anos foi estuprada dentro de casa no bairro Colinas do Sul, em João Pessoa.
O suspeito do crime é um pedreiro que estava bebendo com o filho da vítima momentos antes do estupro.

O caso ocorreu no último sábado (09/11), mas só foi registrado nesse domingo (10) na Delegacia da Mulher, após a família da vítima encontrar a mulher sangrando, com hematomas e em estado de choque.

POLÍCIA CIVIL EM CAMPINA GRANDE APREENDE MENOR ACUSADO DE LATROCÍNIO



A 5ª Delegacia Distrital de Polícia Civil, no distrito de São José da Mata, em Campina Grande, apreendeu um menor de idade acusado de um homicídio.
De acordo com o relatório do delegado Júlio Ferreira, o rapaz é acusado de latrocínio (roubo seguido de morte) contra Francisco Alves de Oliveira, 52 anos, conhecido como “Francisco da Universidade”, motorista da Universidade Estadual da Paraíba.
O acusado matou para roubar armas, dinheiro e objetos de valor da casa de Francisco.
O crime aconteceu em 2010.
O adolescente “pensou” que o crime ficaria impune, no entanto a Justiça e Polícia Civil estavam atentas.

ESTE ANO: POLÍCIA CIVIL PRENDEU 72 PESSOAS ACUSADAS DE HOMICÍDIO EM CAMPINA GRANDE

(Marcos Paulo: "homicídio é crime difícil de apurar")
Em 2013 a Polícia Civil já prendeu, em flagrante ou cumprindo mandado de prisão, 72 pessoas acusadas de cometer assassinatos ou de ter participação nesse tipo de crime em Campina Grande.
A informação é do superintendente regional da PC, delegado Marcos Paulo Vilela.

 

De acordo com o superintendente, o saldo é considerado muito significativo, tendo em vista as dificuldades de se investigar o crime de homicídio.
“É um dos mais difíceis de apurar, por uma questão muito simples: a vítima já não existe mais. Mesmo assim, a Delegacia de Homicídios apresenta esse desempenho”.

HOMEM ACUSADO DE MATAR JOVEM NA PRATA É IDENTIFICADO, MAS AINDA NÃO FOI PRESO

(Alessandro: morto na madrugada)
O homem acusado de assassinar José Alessandro do Nascimento Silva, no bairro Prata, em Campina Grande, na madrugada deste domingo (10/11), foi identificado como “Zizinho”.
Ele não seria vigilante de empresas de segurança, e sim “vigia de rua”.
A delegacia de Homicídios investiga o crime.

A mulher de Alessandro disse que ele foi morto de forma covarde.

("Meu marido foi morto covardemente", disse Maiara)
ENTENDA O CASO
O crime aconteceu na Prata, em Campina Grande na madrugada deste domingo, por volta das 03h30.

Informações contidas no relatório policial dão conta de que um casal de jovens estava brigando (inclusive, de acordo com esse relatório, o homem agredia a mulher), e um vigia de uma clínica localizada entre as Ruas Siqueira Campos e Marechal Deodoro, foi intervir.

VIROU ROTINA: MAIS UMA VEZ A FARMÁCIA DA REDE DIAS É ASSALTADA NAS MALVINAS


Curioso: dos últimos dez assaltos em farmácias de Campina Grande, “onze” foram nos estabelecimentos da Rede Dias.
E os bandidos preferem o "alvo" localizado na Rua Jamila Abrão Jorge, nas Malvinas.
Na noite deste domingo (10/11), por volta das 22h00,  eles votaram a agir.
Um funcionário contou que chegaram dois homens numa moto XRE vermelha.
Um ficou fora do estabelecimento e o outro entrou armado com um revólver.
O bandido anunciou o assalto e roubou uma quantia não informada, depois  saiu.
Num ato de covardia o comparsa dele entrou no estabelecimento e exigiu mais dinheiro.
Como os funcionários não tinham, foram agredidos.

A dupla fugiu sem ser identificada.