mj

mj

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

EM DEZ ANOS HOMICÍDIOS CRESCERAM 286% NA PARAÍBA


Um levantamento realizado pelo Núcleo de Estudos da Violência (Nevu) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) aponta um crescimento de 286% do número de homicídios na Paraíba nos últimos 10 anos.
Cruzando dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o professor José Maria Nóbrega constatou ainda que os quatro maiores municípios do estado (João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita e Patos) concentram 61% dos assassinatos.
De acordo com o estudo, a taxa de homicídios alcançou números preocupantes nas quatro cidades, especialmente em João Pessoa, que passou dos 31,94 assassinatos por cem mil habitantes, em 2000, para 68,42, em 2010, e Santa Rita, que dos 25,89 em 2000, saltou para assombrosos 82,29 em 2010.
A taxa nacional de homicídios é de 25,8.

MOTOTAXISTAS EM CAMPINA VÃO GANHAR PRAÇAS E JAQUETAS DEVEM OBEDECER NORMAS DO CONTRAN

(Romero com os mototaxistas no Ipsem)
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, sancionou na manhã desta segunda-feira (25/11), duas leis que beneficiarão cerca de mil mototaxistas com atuação no município.
A primeira transformará os atuais pontos de mototáxis em Praças de Mototáxi, com sinalização padronizada e oferecendo maior segurança para os profissionais e usuários deste meio de transporte.
A segunda autoriza os mototaxistas a fazer a transferência da praça para terceiros, desde que apresentada justificativa e que o outro profissional da categoria atenda às exigências elencadas pela STTP.
A assinatura foi no auditório do Ipsem.

PROFESSORA EDJANE OLIVEIRA GUSMÃO: VENCEDORA DO PRÊMIO “PROFESSORES DO BRASIL”

(Edjane: um esforço premiado. Todos saem ganhando)
A Professora Edjane Oliveira Gusmão, do 2º ano do ensino fundamental, da Escola Municipal José André da Rocha na comunidade do Jenipapo, em Lagoa Seca, região metropolitana de Campina Grande, foi a vencedora no Prêmio “Professores do Brasil” com o projeto intitulado "Viajando no Mundo dos Livros".
De acordo com Edjane Gusmão, a experiência pedagógica desenvolvida, tem como objetivo fomentar a leitura entre os alunos e os familiares, como também, desenvolver uma melhor interpretação textual em seus diversos gêneros verbal e não verbal.
A professora não escondeu a emoção: "É muito gratificante, ver um trabalho reconhecido a nível nacional, antes de tudo, agradeço a Secretaria de Educação pelo incentivo e a promoção de uma educação humanizada, levando o ensino a todas as crianças em suas diversas realidades,". 

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: PROGRAMA DE SEGURANÇA MULHER PROTEGIDA PREENCHE LACUNA DEIXADA PELA LEI MARIA DA PENHA


O Programa de Segurança Mulher Protegida, lançado pelo governo do estado em Campina Grande, preenche uma lacuna deixada na Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, conforme afirmou a delegada Herta de França, titular da Delegacia da Mulher, na cidade.
Ela disse que a Lei Maria da Penha lista uma série de medidas protetivas que podem ser solicitadas pelas vítimas ao Poder Judiciário, mas a norma não prevê a fiscalização dessa proteção expedida pela justiça.
“Isso resulta no receio, por parte das vítimas, de que os agressores não cumpram o que manda a lei. Por isso que o estado criou o Programa de Segurança Mulher Protegida”, disse Herta, durante uma palestra que ministrou no fim de semana, num seminário sobre violência em Campina.

PM RECUPERA MOTO ROUBADA E PRENDE ACUSADO


Francinaldo Alves Bezerra, 29 anos, desocupado, foi preso por policias militares do 10ºBPM, Companhia de Esperança, no agreste, após roubar uma motocicleta.
A prisão ocorreu no Sítio Meia Pataca de Baixo, na noite deste domingo (24/11), pela guarnição do cabo Soares.
A vítima, uma mulher de 39 anos, contou que trafegava pelo sítio, quando surgiram dois homens em outra motocicleta.
Um deles, armado de revólver, anunciou o assalto e roubou o veículo Honda de cor vermelha.

NO TRAUMA EM CAMPINA: 83 VÍTIMAS DE ACIDENTES COM MOTOS


O Hospital de Trauma/Campina Grande, registrou a entrada de 491 pessoas nesse final de semana (23 e 24 de novembro), entre urgências e emergências.
Os casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período.
No total, 83 pacientes foram atendidos devido a acidentes com motocicleta, 01 vítima de tiro, 04 de facadas, 03 de acidentes de carro e 04 por espancamento.
Os demais atendimentos foram de casos clínicos.

O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (23) até as primeiras horas desta segunda-feira (25).
(Fonte: João da Paz – assessoria de imprensa/Trauma)

GRAVE ACIDENTE NO CARIRI DEIXA UM MORTO E UM FERIDO


Por volta das 16h10 deste domingo (24/11) um caminhão capotou na rodovia que liga os municípios de Juazeirinho e Gurjão, no cariri paraibano, deixando uma pessoa morta e outra ferida.
O acidente aconteceu nas proximidades do distrito Ipueiras.
A vítima fatal foi Manuel Messias de Lima Bento, 32 anos, que morava em Patos.
Já o motorista, Luciano Ferreira do Vale, 31 anos, de Alagoa Grande, ficou gravemente ferido e foi socorrido por uma equipe do SAMU para o Hospital de Trauma, em Campina Grande.
Informações dão conta de que o caminhão seguia em alta velocidade.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO NA CATINGUEIRA DURANTE A MADRUGADA


A polícia registrou durante a madrugada desta segunda-feira (25/11), uma tentativa de homicídio no bairro Catingueira em Campina Grande.
O crime aconteceu por volta das 03h20.
A vítima é Ivanildo Moreira da Silva, 41 anos, morador da Rua João Viana Amorim.
Informações repassadas à polícia são de que dois homens em uma moto Fan de cor vermelha discutiram com Ivanildo e em seguida o seguiram.
Próxima residência dele, um dos homens sacou de um revólver e  atirou.
Os disparos atingiram a boca e a mão de Ivanildo.
Os familiares o socorreram para o Trauma.
A polícia ainda não identificou os culpados. 

LADRÕES INVADEM PASTELARIA NO CATOLÉ E FAZEM A “LIMPEZA”


Dois homens com “armas de fogo” assaltaram na noite deste domingo (24/11) uma pastelaria no bairro Catolé, em Campina Grande.
O crime ocorreu por volta das 20h30.
A proprietária informou que dois homens armados, a pé, entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto.
Da pastelaria eles levaram aproximadamente “400 reais”.
Todos os clientes que estavam no local também foram assaltados.
A dupla não foi presa.


IDENTIFICADO HOMEM ASSASSINADO NA RAMADINHA


Foi identificado no final da manhã deste domingo (24/11) o homem assassinado no bairro Ramadinha, em Campina Grande.
Trata-se de Adriano Morais de Farias, 29 anos.
O corpo dele foi encontrado por volta das 05h00, também do domingo, com a cabeça esmagada a pedradas.
A polícia ainda não tem a identificação autor do homicídio.