sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

SINDICALISTA DENUNCIA QUE FILHA SOFREU ASSÉDIO MORAL EM CALL CENTER

 
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba (STIUPB), Wilton Maia Velez, usou o facebook e o twitter para denunciar que sua filha foi vítima de assédio moral na empresa Call Center A&C.
O constrangimento ocorreu nesta sexta-feira (27/12).
O sindicalista destaca que a filha participou de uma “reunião” com três funcionários “coordenadores e supervisores” em uma sala.
“colocaram a jovem em uma sala para fazer um feedback e nesta reunião esses coordenadores e supervisores usaram todas as suas capacidades intelectuais para torturar psicologicamente uma pessoa indefesa , chegaram aos ponto de impedi-la de gravar os ataques ocorridas durante a reunião e não lhe deram qualquer direito de defesa, ressaltando que a jovem trabalhadora sequer sabia os motivos pelos quais estava sendo acusada. E concluíram que irão usar todas as normas para demiti-la por justa causa”, comentou Wilton Maia.

ASSALTO OUSADO EM CAMPINA GRANDE: CASAL ENTRA EM LOJA, ENCOMENDA CALÇAS E DEPOIS VOLTA PARA ROUBAR

Um casal “inovou” para cometer um assalto em uma loja de roupas no Centro de Campina Grande.
De acordo com a Polícia Militar, no sábado (21/12), um homem e uma mulher chegaram ao estabelecimento na Rua Vila Nova da Rainha, deram uma “olhada no estoque” e escolheram 20 calças jeans (cada uma no valor de “160 reais”), mas deixaram “claro” que voltariam para buscar a mercadoria “na semana seguinte”.
A volta do casal se confirmou na tarde desta sexta-feira (27/12) e não foi nada agradável.

POLÍCIA CIVIL DESVENDA CRIME DE AUXILIAR DE PEDREIRO NO PEDREGAL

(Janaílson: crime esclarecido)
A delegada de Homicídios, Maíra Roberta disse em entrevista na Patrulha da Cidade/TV Borborema, nesta sexta-feira (27/12), que o crime de que foi vítima o auxiliar de pedreiro, Janailson da Costa Silva, 27 anos, está praticamente esclarecido.
Ele foi assassinado com vários tiros de revólver na cabeça e no tórax por volta das 10h20 da quinta-feira (26), na Rua Manoel Serafim (próximo ao bar do Touro), no Pedregal em Campina Grande.


(Maíra: "Identificamos os suspeitos. Vamos qualificá-los") 

PEDREGAL SANGRA: ADOLESCENTE DE 16 ANOS É ASSASSINADO COM UM TIRO DE REVÓLVER

                                                     
Mais um homicídio foi registrado no bairro Pedregal em Campina Grande.
Na tarde desta sexta-feira (27/12), Geovane de Lira Silva, adolescente de 16 anos, “tombou” após ser atingido com um tiro de revólver no tórax.
O crime aconteceu na Travessa Santa Bárbara.
Ele teve morte imediata.
Os suspeitos são dois homens que estavam numa motocicleta.
A equipe comandada pela Delegada Maíra Roberta está investigando o homicídio.
A lei do silêncio impera no local.
Geovane morava na Rua 16 de Agosto, também no Pedregal.
O crime é mistério, por enquanto.

LADRÕES “FAZEM A FESTA” NO CARIRI PARAIBANO

Três homens armados e em motocicletas realizaram uma série de assaltos nesta quinta-feira (26/12) em três cidades no Cariri paraibano.
De acordo com a Polícia Militar, os criminosos invadiram residências nos municípios de Boqueirão, Barra de São Miguel e Barra de Santana, levaram dinheiro e objetos de valor das vítimas e de fugiram em veículos roubados.
O primeiro assalto foi registrado em um sítio na zona rural de Boqueirão por volta das 20h30.
Um agricultor chegava em casa quando foi abordado pelos assaltantes, que tomaram uma quantia de aproximadamente “120 reais” e fugiram por uma estrada em direção ao município de Barra de São Miguel.
Ao chegar à cidade, os homens invadiram uma residência, fazendo os moradores de refém, e roubaram um notebook, três celulares, além de “800 reais”.
Os assaltantes ainda seguiram para a cidade Barra de Santana onde invadiram outra casa e fugiram roubando uma caminhonete Chevrolet S10, uma moto Honda CG 125 vermelha, além de mais três celulares, um videogame e cerca de “1.400 reais”.
Ninguém foi preso.
(g1pb)

MORTE DE EMPRESÁRIO: POLICIAL ARROMBOU QUARTO PARA ATIRAR EM VIZINHO IDOSO, DIZ DELEGADO

  

O policial rodoviário federal Mozart Ribeiro, suspeito de assassinar o empresário e engenheiro civil, Osvaldo Neiva Filho, 75 anos, invadiu a casa dele e arrombou a porta do quarto em que ele estava trancado antes de atirar.
A informação é do delegado de Homicídios Pedro Ivo Soares, responsável pelo caso.
A vítima foi baleada três vezes na tarde desta quinta-feira (26/12), em um condomínio de luxo em João Pessoa.
O idoso chegou a ser levado para um hospital particular da capital paraibana pouco depois de ser baleado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
A invasão do suspeito na casa da vítima foi confirmada após uma perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) ser feita no local do crime ainda na quinta.
De acordo com o delegado, as imagens  das câmeras de segurança do condomínio flagraram o momento em que o suspeito entra no seu carro e foge em alta velocidade.
A vítima foi atingida no pescoço e na cabeça por disparos de uma pistola calibre “ponto 40”, arma que segundo Pedro Ivo é de uso restrito de policiais.
Pedro Ivo Soares garante que as provas materiais, os depoimentos das testemunhas do crime e a perícia do IPC não deixam dúvidas de que o policial tenha de fato atirado contra o vizinho.
“As provas são robustas e os depoimentos são claros. Foi feita uma perícia, ele não só invadiu a residência, como arrombou a porta do quarto em que a vítima estava trancada. O único suspeito é indubitavelmente o autor do crime”.
Completou o delegado: “o inquérito aponta para um crime por motivo banal, por uma discussão sobre o sistema de segurança do condomínio. Uma motivação que não teve nem sequer proporcionalidade para que fosse cometido um homicídio”.
(G1pb)

MENINA DE 11 ANOS É ESTUPRADA POR VIZINHO. ELA DESMAIOU DURANTE A VIOLÊNCIA

Uma menina de 11 anos foi estuprada no município de Alagoa Grande, brejo paraibano, na tarde da quarta-feira (25/12).
O crime ocorreu na casa de um vizinho, de 22 anos, que é o acusado da violência e está foragido.
Durante o abuso sexual, a menina desmaiou.
A garota participava de uma festa na casa da irmã do suspeito. Ele estava bebendo no local e atraiu a menina até a residência dele, sob a promessa de lhe dar dinheiro. A menina que sempre dormia na casa dele, fazendo companhia a mulher do acusado, decidiu acompanhá-lo. Quando ela chegou na frente da residência, foi arrastada e estuprada”, disse Alessandro Nunes, conselheiro tutelar de Alagoa Grande.
A mulher do suspeito estava em João Pessoa na casa de parentes.

POLÍCIA MILITAR APREENDE MACONHA NA PRATA; DUPLA QUE ATIROU CONTRA GUARNIÇÃO ACABA PRESA

(Maconha, crack e revólver apreendidos na Prata)
Policiais da Força Tática (2ºBPM) apreenderam um quilo de maconha em poder de um homem de 28 anos no bairro Prata, em Campina Grande.
Além disso, cerca de 100 pedras de crack, um revólver calibre “38” e uma quantia em dinheiro.
Um adolescente de 16, que estava na companhia do adulto, foi apreendido.
Os policias realizavam rondas no bairro e se depararam com uma dupla em uma moto.
Feita a abordagem, foi encontrada uma pequena quantia de crack e o revólver.

Em seguida, a guarnição se dirigiu a casa do adulto e lá encontrou a maconha, além de outra quantidade de crack.
(Homem preso na Ramadinha)

POLICIAL RODOVIÁRIO É ACUSADO DE MATAR EMPRESÁRIO EM CONDOMÍNIO DE LUXO


O delegado de Homicídios Pedro Ivo, confirmou a morte do empresário baleado por policial durante discussão em condomínio de luxo em João Pessoa, nesta quinta-feira (26/12).
Ele garantiu que o acusado pelo crime é o policial rodoviário federal, Mozart Ribeiro que está foragido.

O empresário da área de construção civil, Oswaldo Neiva Filho, 75 anos, não resistiu aos ferimentos provocados por três tiros e morreu minutos depois de dar entrada em um hospital particular da capital.
(Acusado, de acordo com testemunhas)