terça-feira, 8 de julho de 2014

PRESO ÚLTIMO ENVOLVIDO NA MORTE DO FUNCIONÁRIO DA IPANEMA TECIDOS; ELE FOI QUEM ATIROU NA VÍTIMA. POLICIAIS DO 2º BPM REALIZARAM A CAPTURA

("Peleu": preso pela PM)

O Serviço de Inteligência, Força Tática e a Rádio Patrulha do 2º BPM prenderam na tarde desta terça-feira (08/07) no Bairro Glória em Campina Grande, Mateus Mendes Nascimento, o “Peleu”, 18 anos.
Ele é acusado de assassinar, durante um assalto, o funcionário da Ipanema Tecidos, José Zacarias Silva, de 64 anos.
("Peleu":  Atirou no comerciário)
O crime aconteceu na galeria do Edifício São Luís por volta das 17h00 de 26 de maio.
O homicida estava numa casa abandonada, bem próximo da residência dos pais.
Diariamente “Peleu” recebia mantimentos da família, segundo a PM.
A polícia chegou ao local após levantamentos e informações.
(Zacarias: Morte covarde)
O CRIME
José Zacarias da Silva, quando iria depositar dinheiro da loja em uma casa lotérica na Rua Barão do Abiaí/Feirinha de Fruta, no Centro de Campina Grande.
De acordo com informações da polícia militar a vítima foi seguida por um casal e na galeria do edifício São Luís, onde funciona a lotérica, o homem anunciou o assalto.
José Zacarias tentou evitar que o assaltante levasse a quantia, correu, foi seguido e sofreu um tiro na nuca.
O ladrão roubou a quantia (não informada) e fugiu.
“A casa” começou a desmoronar quando a polícia civil realizou as prisões de outros envolvidos, a partir de 28 de maio.

DEU ERRADO: BANDIDOS TENTAM ASSALTAR AGÊNCIA DOS CORREIOS E VIGILANTE “BOTA TODOS PARA CORRER”

 
Por volta das 09h00 desta terça-feira (08/07) três bandidos tentaram assaltar a Agência dos Correios de São Domingos do Cariri.
Eles invadiram o prédio, anunciaram o assalto, mas o vigilante reagiu.
Tiros foram disparados; ninguém saiu ferido.
Os ladrões fugiram em motos sem levar nada.
De acordo com a polícia, é possível que um dos bandidos tenha se ferido com um disparo, porém não há registro de entrada em hospitais da região.

JOVENS ASSASSINADOS: UM TINHA 21 ANOS E O OUTRO 18

(Émerson Noberto: 21 anos)
Émerson Noberto de Oliveira, ajudante de pedreiro, de 21 anos, estava em casa, na Rua Ildefonso Jardelino Costa, na cidade de Remígio, no Agreste paraibano, quando foi chamado por dois jovens.
Havia pouco tempo que ele tinha chegado do trabalho.
O irmão dele ficou preocupado com a presença dos jovens.
“Eles chamaram meu irmão e todos saíram juntos para um terreno aqui perto. Eu fui olhar e os vi de cócoras conversando, quando saí, com pouco tempo, eu ouvi uns tiros. Ao retornar encontrei meu irmão morto”.
O crime aconteceu por volta das 21h00 desta segunda-feira (07/07) na rua onde Émerson morava, a poucos metros de casa.
(Émerson estava em casa - de cor azul - quando foi chamado)
Os disparos atingiram as costas, boca e cabeça.
Os assassinos foram identificados como “Gustavo e Luquinha”.
A motivação do homicídio ainda é desconhecida.
Já às 21h30, no Sítio Lagoa do Tanque, em Solânea, no Brejo, o agricultor Josiel Rodrigues de Oliveira, 18 anos, foi morto com um tiro de revólver na cabeça.
A primeira hipótese é crime de latrocínio, pois de acordo com o que polícia, dois homens encapuzados chegaram a pé a casa da vítima e anunciaram o assalto.
Josiel teria tentado correr e foi atingido com o disparo.
Os acusados não foram localizados.