segunda-feira, 29 de setembro de 2014

ÔNIBUS, VIGILANTES, SACOLEIRAS E LOJA ASSALTADOS NESTA SEGUNDA-FEIRA; ARMAS E QUASE 8 MIL REAIS FORAM ROUBADOS

Cinco sacoleiras, um ônibus urbano, dois vigilantes e uma loja foram assaltados nesta segunda-feira (29/09) em Campina Grande e Areia, no Brejo.
Às 04h00 na Avenida Argemiro de Figueiredo, próximo ao Terminal de Passageiros, em Campina Grande, cinco sacoleiras que estavam numa Parati foram abordadas por quatro assaltantes num trecho em obras da rodovia.
A quadrilha roubou “5.500,00 reais”.
As vítimas moram em Itabaiana, no Agreste.
Elas se dirigiam para Santa Cruz do Capibaribe/PE. 
Os ladrões fugiram em um veículo Fiesta.
Também em Campina, às 08h30, três ladrões entraram no ônibus da Empresa Cabral (rota 555), nas imediações do cemitério de José Pinheiro e realizaram um assalto.
O número e vítimas não foi informado, com também que tipo de arma o trio usava.
Por volta das 14h00 dois vigilantes da agência do Bradesco foram os alvos.
O crime aconteceu em Areia.

DE MÃOS ABANANDO: LADRÕES ASSALTAM CORREIOS, LEVAM 33 MIL REAIS, MAS TROCAM TIROS COM POLICIAIS QUE RECUPERAM O DINHEIRO

Três ladrões armados assaltaram na manhã desta segunda-feira (29/09) a agência dos Correios em São Domingos do Cariri.
Eles chegaram num Gol de cor branca.
Do estabelecimento foram roubados “33.000,00 reais” e do vigilante eles levaram um revólver Taurus Calibre “38”, além de um colete balístico.
A polícia foi avisada.
Não deu tempo comemorar: os acusados deixaram a cidade e nas imediações do distrito Floresta (entre os municípios de Barra de São Miguel e Boqueirão) se depararam com a guarnição da Força Tática da 3ªCIPM (3º sargento Alfredo, soldados F. Silva e Alessandro).
Quando eles avistaram a viatura abandonaram o Gol e abriram fogo contra os policiais que responderam "a pergunta".

LADRÕES LEVAM QUASE 50 MIL REAIS DO POSTO DALLAS; DINHEIRO SERIA DEPOSITADO POR GERENTE NO BANCO DO BRASIL

(Assalto foi bem próximo ao Banco do Brasil)
Por volta do meio-dia desta segunda (29/09), dois ladrões “se deram bem” após roubarem a quantia de “47.000,00 reais”, das mãos do gerente do Posto Dallas.
A vítima, de 60 anos, se dirigia ao Banco do Brasil, quando foi abordado por uma dupla em uma motocicleta de cor vermelha.
Um dos ladrões, supostamente armado com um revólver calibre “38”, se encarregou de tomar o dinheiro.
O posto e o banco ficam localizados na Rua Zeferino de Paula, no Centro de Aroeiras, no Agreste paraibano.
COMO FOI
O gerente levava a quantia do “apurado do final de semana” para ser depositada.
Ele estava em uma moto e já bem próximo ao banco foi interceptado pela dupla “de cara limpa” que o derrubou no chão.
Um dos ladrões apontou a arma para a barriga dele e disse que era um assalto.
O funcionário ainda pensou que era uma brincadeira.
O dinheiro estava guardado na cintura.
Para intimidá-lo, o bandido ainda efetuou dois disparos para o alto.  
Ninguém foi preso, mas a polícia fez diligências.

MISTÉRIO NA MORTE DE COMERCIANTE: ACUSADOS "NÃO ABREM O JOGO”; UM DOS ASSASSINOS É ADOLESCENTE

(Marcelo Camilo da Silva)

O delegado de polícia civil em Lagoa Seca, Lamartine Lacerda, disse que após 11 horas de depoimentos, os envolvidos na morte do comerciante José Roberto Rufino Alves, o “Dedé do Abacaxi”, de 50 anos, negaram qualquer participação no homicídio, mesmo sob a testemunha de quase trinta pessoas, além disso, não informaram quem tinha interesse de ver o comerciante morto.
(Adolescente "P.H." que saiu ferido em acidente na fuga)
O crime aconteceu no final da manhã da última sexta-feira (26/09), no Centro de Lagoa Seca, na grane Campina.
Os depoimentos foram tomados no dia do assassinato.
O homicídio foi cometido por Marcelo Camilo da Silva, de 22 anos, e um comparsa que só no final da noite da sexta-feira, a polícia ficou sabendo que era adolescente de 17 anos.
A dupla mora em João Pessoa.
(Delegado Lamartine Lacerda)

VAQUEIRO MORRE AO BATER COM CABEÇA EM ÁRVORE DURANTE “PEGA BOI”

VEJA O VÍDEO
video
O vaqueiro Edmílson Alves Monteiro, de 67 anos, morreu quando bateu em uma algaroba, na tarde deste domingo (28/09), por volta das 15h00.
Ele estava montado em um cavalo e participava de uma competição conhecida como “pega boi”, na localidade Serra do Monte, em Caturité, no Cariri paraibano.
Imagens feitas por uma cinegrafista amadora mostram pessoas correndo para o local onde o vaqueiro caiu após bater com a cabeça na árvore.
Edmílson Alves morreu no local vítima de traumatismo.
Ele morava no sítio Riacho do Açude, em Boa Vista, no Agreste.
(Vídeo e foto de Cleana Denise)