Menu

quinta-feira, 19 de março de 2015

CRIME NO PEDREGAL: “EU NÃO ME ARREPENDO DO QUE FIZ”, DIZ HOMEM QUE MATOU VENDEDOR DE CD

Fábio Lopes Bezerra, “papel”, de 22 anos, assumiu que matou o vendedor de CDs/DVs Marinaldo da Silva, de 33 anos, na tarde desta quarta-feira (18/03) na Rua São Francisco, no Bairro Pedregal, em Campina Grande.
O crime aconteceu por volta das 18h00.
Marinaldo foi morto com dois tiros de espingarda calibre “20” (um na cabeça e outro nas costas).
O suspeito foi preso minutos depois, em casa, pela PM.
De acordo com investigações das polícias civil e militar, Fábio “papel” descobriu que a mulher dele teria sido vítima de violência sexual por parte de Marinaldo, algum tempo atrás, mas sempre suportou a situação.
“...E ontem, no final da tarde a mulher de Fábio disse ao marido que Marinaldo vinha  a assediando. Fábio não contou conversa: se armou de uma espingarda e matou o acusado”, disse o delegado Assis, tomando como base o depoimento do acusado.
O policial acrescentou que “papel” deixou claro que FARIA TUDO NOVAMENTE E NÃO ESTAVA ARREPENDIDO. 
"Eu não me arrependo do que fiz".
Fábio não reagiu  a prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário