Menu

segunda-feira, 9 de março de 2015

DUAS MULHERES ASSASSINADAS PELOS COMPANHEIROS; EM UM DOS CASOS ACUSADO DISSE QUE FOI MORTE ACIDENTAL

(Casa onde aconteceu o crime em Ingá)
Andreia de Sousa Ferreira, de 21 anos, foi morta com um tiro de “espingarda de soca” por volta das 11h00 deste domingo (08/03). 
O acusado é o marido dela, Elandro Ricardo do Rêgo, de 27.
O caso se deu no sítio “Cachoeira Grande”, em Aroeiras, no Agreste.
O tiro atingiu a cabeça da mulher.
De acordo com a mãe do rapaz, ela estava na cozinha da residência e o casal se encontrava num quarto.
De repente ouviu-se o barulho de um tiro.
Quando ela foi ver o que tinha acontecido, se deparou com a nora caída e ensanguentada.
O próprio acusado ligou para o 190 informando que manuseava a arma e esta disparou acidentalmente atingido a jovem.
A polícia foi ao local, mas o agricultor não se encontrava mais na cena do crime.
Já o “entregador de quentinhas” José Abílio da Silva, 30 anos, está sendo procurado pela polícia acusado de homicídio na tarde do domingo, por volta das 15h00.
Ele é suspeito de assassinar a própria companheira Andreia Maria da Silva, de 57, com golpes de faca no pescoço, diz o relatório da PM.
Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.
O crime aconteceu no Bairro Emboca, em Ingá, também no Agreste.
“Zé de Dôra”, como ele é conhecido, se mostrava uma pessoa calada e pacata, disseram alguns moradores.
Foto: ingacidadao

Nenhum comentário:

Postar um comentário