Menu

quinta-feira, 12 de março de 2015

REVIRAVOLTA: POLÍCIA CIVIL DESCOBRE QUE MARIDO NÃO MATOU A MULHER ACIDENTALMENTE; ACUSADO JÁ ESTÁ NA CADEIA

Elandro Ricardo do Rêgo, de 27 anos, foi preso por volta das 11h00 desta quinta-feira (12/03) no Centro de Queimadas, na grande Campina, acusado de assassinar a mulher dele Andreia de Sousa Ferreira, de 21, com um tiro de “espingarda de soca” por volta das 11h00 do domingo (08).
O crime ocorreu no sítio “Cachoeira Grande”, em Aroeiras, no Agreste.
O tiro atingiu a cabeça da mulher.
Os policiais do Núcleo de Homicídios em Queimadas duvidaram da tese de “morte acidental”, como o acusado alegou inicialmente.
Os agentes investigaram e descobriram que o casal vivia em constante conflito, além de que testemunhas ouvidas relataram que Elandro chegou a comentar que estava arrependido.
Ele está recolhido na Cadeia Pública de Aroeiras.

A Prisão Preventiva dele foi em cumprimento a um Mandado Judicial da Comarca.
ENTENDA O CASO
No dia do crime a mãe do rapaz se encontrava na cozinha da residência e o casal se estava num quarto.
De repente ouviu-se o barulho de um tiro.
Quando ela foi ver o que tinha acontecido, se deparou com a nora caída e ensanguentada.
O próprio acusado ligou para o 190 informando que manuseava a arma e esta disparou acidentalmente atingido a jovem.
A polícia foi ao local, mas o agricultor não se encontrava mais na cena do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário