Menu

quarta-feira, 18 de março de 2015

VENDEDOR DE CD É MORTO A TIROS NO PEDREGAL; ELE TERIA ABUSADO SEXUALMENTE DA MULHER DO ACUSADO

Um vendedor de CDs de 33 anos, foi assassinado na tarde desta quarta-feira (18/03) na Rua São Francisco no Bairro Pedregal, em Campina Grande.
O crime aconteceu por volta das 18h00.
Ele foi morto com dois tiros de espingarda calibre “20” (um na cabeça e outro nas costas).
Uma guarnição fazia rondas no bairro e os PMs ouviram os disparos.
De imediato foi localizada a rua e a polícia se deparou com o homem já sem vida.

O suspeito foi preso minutos depois, em casa, pela guarnição.
Ele é "F.B.L.", de 22 anos, ex-presidiário.
Informações preliminares são de que o acusado descobriu hoje que um ano atrás a mulher dele teria sido vítima de violência sexual por parte de do vendedor.
E sempre que ele via a mulher do acusado, a assediava. 
Ela seria portadora de uma deficiência mental.
O delegado Francisco de Assis Silva, que investiga o crime, só se pronuncia sobre o caso nesta quinta-feira (19).
*O renatodiniz.com informa: O NOME DO VENDEDOR E A IMAGEM DO ACUSADO FORAM PRESERVADOS PARA PRESERVAR TAMBÉM A IMAGEM DA MULHER DELE, VÍTIMA DO POSSÍVEL ESTUPRO.
NESTA QUINTA-FEIRA o blog trará mais detalhes com a palavra oficial do delegado.
*As informações contidas neste texto se baseiam em fontes policiais que estavam na cena do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário