Menu

quinta-feira, 2 de abril de 2015

19 ANOS DE CONDENAÇÃO PARA QUATRO ACUSADOS DE INVASÃO DE CASA, TORTURA, SEQUESTRO E ESTUPRO; TRÊS FORAM PRESOS

Uma equipe de policiais civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte prendeu na madrugada desta terça-feira (01/04), em Natal, três pessoas acusadas de invasão de casa, tortura, sequestro e estupro.
Entre eles, um policial militar potiguar.
Uma pessoa está foragida.
Eles foram condenados a 19 anos e seis meses de reclusão.
As prisões preventivas foram determinadas pela Comarca de Picuí, no Curimataú, após sentença condenatória.
Darlan Santana Carvalho (policial), Eriberto Martins Barbosa e o filho David Albino Barbosa, além do foragido são acusados de em 2014 sequestrar um casal em Baraúna, também no Curimataú paraibano.
Eles chegaram a cumprir prisão temporária e na época negaram qualquer tipo crime.
Agrumetaram que foram à Baraúna recuperar “3.000,00 reais” roubados da residência do PM.
A ação teria sido praticada pela mulher.
Na cidade pegaram a moto do casal (“com o consentimento”) como forma de garantia até que o dinheiro fosse devolvido.
Disseram ainda que o casal se prontificou de ir com eles até Natal, mas quando chegaram à divisa da Paraíba com o Rio Grande do Norte desistiram, desceram do carro e ficaram na estrada.
As prisões realizadas nesta quarta-feira foram comandadas pelos delegados paraibanos Luiz Eduardo e Diane Regina com o apoio do DEICOR de Natal.
(Com informações da Sétima Regional de Polícia Civil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário