Menu

quinta-feira, 16 de abril de 2015

HOMEM ACUSADO DE HOMICÍDIO É PRESO POR AGENTES PENITENCIÁRIOS EM CAMPINA. ELE USOU NOME FALSO EM PRESÍDIO

Luiz Afonso Chaves, de 58 anos, teve uma desagradável surpresa nesta quinta-feira (16/04) quando retornou ao Presidio Padrão Regional de Campina Grande, para pegar suas roupas e objetos.
Ele permaneceu preso alguns dias por lá (do dia 02 ao dia 14), enquadrado na “Lei Maria da Penha”, mas foi posto em liberdade.
Quando foi preso, Luiz Afonso apresentou documento falso com o nome de Joaquim Manoel da Silva Filho.
E ontem (quarta-feira) a polícia civil descobriu a farsa.
Contra Luiz havia um Mandado de Prisão por Homicídio na Comarca de Bom Jardim/PE.
Uma “força tarefa” formada por policiais civis e agentes penitenciários foi criada para resgatar o “velho alemão”, como ele é conhecido.  
Pensando que tudo estava sob o seu controle, Luiz retornou ao presídio para pegar “suas coisas”.
Chegando ao Padrão recebeu voz de prisão.
Ele confessou o uso de falsidade ideológica e o homicídio.
Informações não oficiais dão conta de que ele teria matado irmão.
O Mandado é de 2002.

Nenhum comentário:

Postar um comentário