Menu

quarta-feira, 15 de abril de 2015

MAIS UM DO PEDREGAL É CONDENADO A 24 ANOS DE PRISÃO

Mais uma pessoa envolvida nos crimes de morte no Pedregal em Campina Grande foi severamente punida pela justiça.
Edmilson dos Santos Nunes “testa”, de 25 anos, vai cumprir uma pena de 24 anos de reclusão.
Em júri popular realizado nesta quarta-feira (15/04) no Fórum Affonso Campos, em Campina Grande, ele foi condenado pela morte de um homem conhecido como “Severino” em 2012.
O crime ocorreu em um bar de uma “piscina” no Bairro “40”.
“Testa”, de acordo com investigações da PC era o “braço direito” de uma das facções criminosas no Bairro Pedregal.
A vítima, que foi morta a tiros, era pai de “pinguim”, acusado de matar um primo do réu condenado.
Ele ainda não foi pronunciado por outros homicídios dos quais é acusado.
O juiz Bartolomeu Correia Lima Filho presidiu o júri.
O Ministério Público foi representado pelo promotor Osvaldo Barbosa.
A defesa do réu ficou a cargo do advogado Márcio Sarmento.
Essa condenação é mais uma baixa triunfal da justiça nos acusados de inúmeros crimes de morte no bairro, disse o Ministério Público.
Em aproximadamente dez anos, os confrontos entre facções criminosas no Pedregal deixaram um saldo de quase 50 mortos.
*Estes números não são confirmados pelas policias civil e militar, mas têm como base informações e levantamentos da imprensa campinense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário