Menu

segunda-feira, 6 de abril de 2015

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE ASSASSINAR CASAL E ASSALTAR 52 ESTUDANTES; COMPARSA EM UM DOS CRIMES TAMBÉM FOI PRESO

Encontra-se na carceragem da Central de Polícia em Campina Grande, João Carlos Graciano da Silva, de 25 anos.
Na manhã desta segunda-feira (06/04) em Pitimbu, Litoral sul paraibano, ele foi preso pela polícia militar.
“Zuza”, como é conhecido, estava sendo averiguado por um homicídio na cidade.
Quando os policiais realizaram uma checagem junto ao Tribunal de Justiça, descobriram que ele era procurado pela morte de um casal e por participar de um assalto onde 52 estudantes foram vítimas.
Os crimes ocorreram em Pocinhos, no Agreste, em janeiro e fevereiro.
Enquanto “Zuza” era preso no litoral, David Tomé Limeira, de 30, era preso em Pocinhos, também por determinação da justiça.
No caso dele, por envolvimento no assalto aos estudantes.
De acordo com o delgado Damião Marçal, após praticar os delitos, “Zuza” fugiu da cidade.
“A comarca de Pocinhos entendeu a necessidade de determinar as preventivas dos envolvidos nos dois crimes. Tem mais gente com Mandado expedido”, comentou Marçal.
O ASSASSINATO DO CASAL
No dia 10/01/2015 um casal foi assassinado a tiros na cidade de Pocinhos.
O duplo homicídio aconteceu na Rua Treze de Maio, no Bairro Nova Brasília.
Thamara Thaise Ferreira da Silva, de 23 anos, e Ronaldo Costa de 27, eram de Campina Grande, segundo apurou a polícia.
De acordo com uma mulher, o casal chegou procurando um lugar para morar e ela abrigou em um dos quartos.
Quando foi pela manhã dois homens invadiram a residência e abriram fogo contra as vítimas que morreram no local
(Delegado Damião Marçal)
A polícia informou que Thamara Thaise cumpria pena no Regime Aberto.
“João Carlos é acusado desse crime e o motivo seria questões ligadas ao tráfico e droga. Ele participou deste duplo homicídio com um comparsa”, afirmou Marçal.
O ASSALTO AO ÔNIBUS COM 52 ESTUDANTES
lanterneiro, 23 anos, foi preso em flagrante após participar de um arrastão.
As vítimas foram estudantes da cidade de Pocinhos, no Agreste.
O arrastão ocorreu por volta das 18h00 de 26/02/2015 no sítio “cajueiro”.
Ao menos três acusados participaram da “limpa”.
Dois conseguiram fugir e José Roberto Nascimento Lucena, “Beto de Lagoa de Dentro”, foi detido pelas vítimas que chamaram policiais do 10ºBPM.
Desse crime também participaram “Zuza” e “Anderson Paulista” que conseguiu fugir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário