Menu

terça-feira, 28 de abril de 2015

TRÊS DETIDOS POR PRÁTICA DE RACHA NA PARAÍBA SÃO LIBERADOS

Três dos quatro suspeitos de praticar rachas utilizando motocicletas na BR-230, que foram detidos durante a operação Velocidade Limitada II, foram liberados no mesmo dia da operação.
A informação foi repassada na segunda-feira (27/04), durante coletiva de imprensa realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Segundo a polícia, os três suspeitos foram liberados mediante pagamento de fiança equivalente a dois salários mínimos (“1.576,00 reais”) e devem responder por posse ilegal de armas.
O quarto suspeito detido durante a operação permanece preso e deve responder por posse ilegal de arma e de munição de uso restrito.
Os suspeitos podem responder ainda por prática de racha.
De acordo com a assessoria de imprensa da PRF, a Operação Velocidade Limitada II aconteceu na sexta-feira (24), na região metropolitana de João Pessoa.
O pagamento das fianças de três dos quatro suspeitos ocorreu ainda na sexta-feira, mas a informação foi divulgada apenas nesta segunda-feira.
Com os suspeitos a polícia apreendeu ainda oito motocicletas, três revólveres e ainda diversas munições, inclusive para fuzil de uso restrito. Outras três motos que também estariam sendo utilizadas para a prática de rachas ainda estão sendo procuradas.
A operação Velocidade Limitada foi realizada pela PRF em conjunto com o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual e Polícia Civil.
O monitoramento do grupo denominado de '299' começou em 2014, após denúncias anônimas.
De acordo com as investigações, os suspeitos praticavam as corridas ilegais aos domingos entre os quilômetros 45 e 65 da BR-230.
O número 299 é uma referência ao limite máximo de registro dos velocímetros das motocicletas.
Segundo a polícia, ao atingi-lo e registrá-lo em vídeos, o condutor ganhava prestígio entre os demais integrantes.
(g1pb)
Foto: PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário