Menu

terça-feira, 12 de maio de 2015

CRIME DA ENFERMEIRA: ACUSADO "MUITO TRANQUILO" DURANTE COLETIVA

(Rogério: sério nesta foto)
O que chamou a atenção da imprensa e da polícia civil, durante a entrevista coletiva que apresentou o acusado de assassinar a enfermeira Aucilene de Almeida Lucena, foi a “tranquilidade” de Rogério Pereira de Farias, de 22 anos.
Ele, de acordo com as investigações da PC, é o autor do crime.
Aucilene foi morta durante uma tentativa de assalto na manhã de 18 de abril, na Avenida Eduardo Magalhães, em Bodocongó, Campina Grande.
O cinegrafista Gustavo Leite/TV Borborema flagrou Rogério sorrindo várias vezes e quando indagado sobre o homicídio, se mostrou “por fora do assunto”.
A polícia não tem dúvidas: o crime está esclarecido.
Câmeras de segurança registraram o trajeto da enfermeira, numa moto, que se dirigia ao trabalho no Hospital da FAP.
(PC mostra vídeo do crime: Rogério e o irmão, de camisa azul, observam)

Próximo a um posto de combustíveis o acusado e condutor da outra moto anunciaram o assalto, mas a vítima não parou ou não ouviu.
Rogério se encarregou de atirar para roubar o veículo que não foi levado pelos assaltantes.
“Eu não de nada”.
A moto utilizada pela dupla que matou a enfermeira foi encontrada na semana passada pelo cabo Wellington da CPTran em uma casa na Invasão do Dinamérica.
Neste dia o policial encontrou mais outras três motos no mesmo local.
O delegado de Homicídios, Francisco de Assis, e o superintendente Luciano Soares, ficaram até indignados com a reação do acusado, diante da gravidade do caso.
O irmão dele, Victor Pereira de Farias, de 19 anos, e o  pai também foram presos.
A polícia encontrou explosivos, celulares, capacetes e roupas de firmas que podem associá-los a crimes de assaltos.
Victor ignorou acusação e desconversou.
"Se essas coisa tão comigo, é minha. Eu achei".
Já o pai dos dois, disse que não é envolvido com crimes e não sabia das ações do filho Rogério Pereira
“Eu sou trabalhador. Passo o dia fora, como de marmita. Estou envergonhado. Eu não sabia disso”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário