Menu

segunda-feira, 11 de maio de 2015

CRUELDADE E COVARDIA: FUNCIONÁRIA PÚBLICA É ASSASSINADA EM PONTO DE ÔNIBUS; POLÍCIA “TRABALHA “ COM HIPÓTESE DE CRIME PASSIONAL

Por volta das 07h00 desta segunda-feira (11/05) numa parada de Ônibus em Campo D'angola, São José da Mata/Campina Grande, a funcionária pública Maria José da Silva Marques, de 40 anos, foi assassinada com um tiro na nuca e outro na perna.
Dois homens numa moto praticaram o crime.
“Tudo foi muito rápido. Os assassinos chegaram e um deles atirou. Se alguém anotou a placa do veículo que eles estavam, ainda não informou à polícia”, disse o sargento Wellington.
Entre os familiares o desespero foi total.
“Minha irmã era uma pessoa boa. Dona de casa, mãe de família. Trabalhava e era amiga. Não consigo imaginar isto. Como alguém pode se sentir no direito de tirar a vida de alguém, dessa forma. Meu DEUS: eu não sei o que dizer. Só espero que se faça justiça”, disse uma das irmãs da vítima.
Maria José era separada e deixou três filhos menores.
Ela trabalhava na 3ª Região de Ensino.
Quando foi morta estava indo
O delegado Antônio Lopes disse ao renatodiniz.com que uma das linhas de investigação será o crime passional.
Um homem de 34 anos que estava próximo à Maria José, foi atingido com um tiro no abdome e no braço.
Ele encontra-se internado no Hospital de Trauma.
O corpo de Maria José está sendo velado no sítio “Bosque”.
O sepultamento ocorre na manhã desta terça-feira (12), no cemitério de São José da Mata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário