Menu

segunda-feira, 15 de junho de 2015

PC DIVULGA FOTO DO HOMEM ACUSADO DE ATIRAR EM DELEGADO

(Ivamar de Paiva Barreto: procurado)
A imagem do suspeito de balear o delegado Leonardo Machado no sábado (13/06), em Uiraúna, está sendo divulgada pela polícia nas redes sociais nesta segunda-feira (15).
De acordo com o delegado George Wellington, a identidade do homem foi divulgada para acelerar as investigações.
O suspeito já tem passagem pela polícia, segundo o delegado-geral da Paraíba João Alves.
Qualquer informação pode ser repassada pelo telefone 197.
O delegado, de 37 anos, foi baleado em uma praça e, de acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma discussão por causa de uma fila de supermercado.
Segundo as investigações, a vítima discutiu com outro homem e, quando saiu do estabelecimento, foi atingido por dois tiros, no abdômen e na cabeça.
(Delegado Leonardo Machado: vítima)
Um segundo homem teria ajudado na fuga.
O estado de saúde do delegado é grave, de acordo com boletim médico do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa divulgado às 11h00 desta segunda.
A vítima deu entrada na unidade hospitalar de João Pessoa após ter sido transferido do Hospital Regional de Cajazeiras no helicóptero da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) da Paraíba, ainda na noite do sábado.
Segundo o boletim da unidade, o policial apresentou uma complicação no seu estado de saúde e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com um Traumatismo Crânio Encefálico (TCE). Ele foi submetido a uma neurocirurgia ainda na noite do sábado, o delegado foi internado na UTI na madrugada de domingo, onde segue entubado sob ventilação mecânica e sedado para manter uma pressão arterial média sob controle.
O delegado-geral do estado, João Alves, analisa que a motivação do crime foi banal.
"Uma discussão entre o delegado e a pessoa que o atingiu, segundo informações do dono da loja, por causa da fila: um passou na frente do outro", diz.
João Alves conta que o suspeito saiu da loja, o delegado ficou na fila e quando saiu para encontrar a mulher e os filhos, o homem efetuou dois disparos contra ele.
A polícia tem a filmagem do local da ocorrência, tem identidade do acusado, está ouvindo as pessoas.
"Ele não tem porte de arma, encontramos antecedentes criminais dele no Rio Grande do Norte e em outros estados", explicou o delegado-geral.
O secretário da segurança pública da Paraíba, Claudio Lima, destacou ainda no sábado que o caso não compromete o trabalho da polícia.
"Estamos dando todo o apoio possível, conseguimos fazer um traslado rápido para salvar a vida do nosso delegado. Posso dizer que a investigação está bem adiantada e esperamos prender nas próximas horas, já temos autoria praticamente definida".
(g1pb)

Nenhum comentário:

Postar um comentário