Menu

sábado, 20 de junho de 2015

UM REIZINHO NA CADEIA: PM PRENDE ACUSADO DECAPITAR EX-PRESIDIÁRIO EM CAMPINA GRANDE; ELE AINDA É ACUSADO DE OUTRO HOMICÍDIO. PM TAMBÉM PRENDEU SUSPEITOS DE MORTE NA LIBERDADE

("Reizinho": acusado)
Policiais militares do 2ºBatalhão em Campina Grande, prenderam na tarde desta sexta-feira (19/06) François da Silva, de 20 anos.
Ele é conhecido como “reizinho do Pedregal”.
Contra ele existiam dois Mandados de Prisão emitidos em 2014 (um por homicídio e outro por porte ilegal de arma).
“Reizinho” confessou que foi ele quem matou e decapitou o ex-presidiário José Neygston Silvino.
O corpo de “Ney” foi encontrado dentro de um canal no Pedregal na última terça-feira (16).
Também foi preso Gleyriston Soares, 22 anos e o adolescente “D.L.V.”, de 17, foi apreendido.
Duas guarnições da Força Tática comandadas pelo tenente Assis e sargento F.Costa faziam incursões no Bairro Pedregal e se depararam com um homem conhecido como “pelado”.
Ao perceber as viaturas, “pelado” correu.
Durante a perseguição os PMs encontraram o “reizinho” e o reconheceram como um procurado da justiça.
Dando continuidade às buscas por “pelado”, os policiais perceberam que ele entrou numa casa.
E haja correria.

Dentro da residência foi apreendido o adolescente “D.” e no local foram encontrados maconha, crack, balança de precisão, celulares, faca, tesouras, relógios, além de um revólver calibre “38”.
Em seguida a polícia conseguiu prender Gleyriston que fugiu da casa onde o menor foi capturado.
“REIZINHO” CONFESSOU QUE MATOU E DECAPITOU EX-PRESIDIÁRIO
O renatodiniz.com entrou em contato com a delegada Tatiana Barros, por volta das 23h40 desta sexta-feira e indagou sobre a prisão de “reizinho”.
("Reizinho" e o corpo de Ney)

Tatiana respondeu que foi uma das prisões mais importantes. Ele narrou e confessou com bastante frieza que matou Ney e depois decapitou. Posso lhe garantir que ele confirmou que a vítima foi bastante torturada. Ele, reizinho, não declinou um milímetro de arrependimento”.
(José Neygston: vítima decapitada) 
Ainda, segundo a policial, “François “reizinho” afirmou que matou Ney, pois Ney antes de ser preso, costumeiramente o agredia e roubava seus pertences”.
ASSASSINATO NA LIBERDADE ESTÁ ESCLARECIDO
Já a delegada Maíra Roberta, garantiu que praticamente o crime de que foi vítima Alisson Silva Ferreira, 21 anos, está esclarecido. Allison foi assassinado com 14 tiros na quinta-feira dia 04 de junho, no “Beco do Facão”, na Rua Riachuelo, na Liberdade, em Campina Grande.
(Álisson Silva)
Álisson morreu em virtude de ter assassinado a tiros, de acordo com a polícia, Dioclécio Lopes Vieira, de 14 anos.
O crime ocorreu no dia 03 de junho.
(Dioclécio Lopes)
Os suspeitos da morte de Alisson são o adolescente “D.” (irmão do Dioclécio) e Gleryston.
De acordo com os policiais militares realizaram a prisão e apreensão, os dois confessaram o crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário