Menu

sexta-feira, 3 de julho de 2015

O IMORAL PROTESTO CONTRA DILMA É UM O INCENTIVO AO ESTUPRO

Por Sílvio Melo*
O tal do "protesto" contra Dilma, com a imagem dela estampada em carros no lugar por onde se abastece o veículo é, além de ridículo, um reflexo de como pensa o nosso povo.
O Brasil tolera e incentiva o estupro a ponto de podermos afirmar que o crime faz parte da nossa cultura.
Além de incentivado e naturalizado (esse "protesto" é um exemplo disso) aqui no Brasil acontece a CULPABILIZAÇÃO DA VÍTIMA (isso fica claro naquele discurso de Bolsonaro dizendo que "não estupraria" a deputada federal e ex-ministra de Direitos Humanos Maria do Rosário porque ela "não merece" e depois, numa explicação, dizendo que não merecia porque ela era feia).
É por isso que esse é um dos crimes mais sub-notificados do país.
É comum as vítimas ouvirem de policiais e da própria família que estavam bêbadas, com pouca roupa, que andavam sozinhas à noite, etc..
A vítima, portanto, sente medo e vergonha de denunciar.
A sexualização da mulher como objeto é outro fator que estimula o alto número de casos.
Desde crianças aprendemos, na TV, em músicas, na publicidade etc., que o corpo da mulher é um objeto que pode ser consumido como qualquer outro.
O menino cresce acreditando nisso e, o pior, a menina também.
Não estou defendendo ela como presidente, estou defendendo ela como mulher.
Seja você de direita ou de esquerda, reflita sobre o assunto.
Aprenda a pensar fora da "caixa".
*Sílvio Melo é jornalista e produtor da TV Borborema/SBT

Nenhum comentário:

Postar um comentário