Menu

quinta-feira, 9 de julho de 2015

PRESO ACUSADO DE ASSASSINATO EM CAMPINA GRANDE

(Retificada)
Danilo Pedro Correia de Melo, “dondon”, de 31 anos, foi preso nesta quinta-feira (09/07) quando se apresentou espontaneamente na Central de polícia.
Ele é acusado acusado de um assassinato no dia 13 de junho no Distrito de Galante.
A vítima, morta com um golpe de faca na barriga, foi o vaqueiro Jairo Mota do Nascimento, de 36 anos.
Os dois haviam bebido, houve desentendimento e morte.
Na noite desta quinta-feira (09/07) o advogado Gildásio Alcântara, enviou mensagem para o renatodiniz.com informando que Danilo se apresentou espontaneamente.
Ele confessou o crime, mas disse que agiu em legítima defesa.

ENTENDA O CASO
Por volta das 22h30 do sábado, 13 de junho/2015 ao lado de um bar localizado às margens do açude José Rodrigues, em Galante, o vaqueiro foi assassinado.
A vítima chegou a ser socorrida pela polícia militar, mas devido à gravidade do ferimento não resistiu.
De acordo com o irmão do rapaz, eles bebiam no bar e Jairo teria empurrado “dodon” que armado com uma faca peixeira, desferiu o golpe.
Uma dose de bebida negada por um dos envolvidos gerou toda confusão que acabou em morte, segundo apurou-se.
Essa informação foi desmentida.
Segundo o dono do bar, em um determinado local, Jairo teria dado uma "chibatada" no acusado que se armou com uma faca e cometeu o crime.
O homicídio, disse o proprietário, aconteceu ao lado do estabelecimento que já estava fechado.
"Ele foi esfaqueado ao lado do bar e caiu aqui na frente. Eles tinham bebido. Lamentavelmente aconteceu isto. Foi confusão entre eles. Eles já tinham certa rixa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário