Menu

sexta-feira, 24 de julho de 2015

VEJA O VÍDEO: ASSALTO EM POSTO DE GASOLINA ACABA ASSALTANTES PRESOS; ELES SEQUESTRARAM E ATIRARAM NUMA FUNCIONÁRIA; UM DOS PRESOS É IRMÃO DO ACUSADO DE MATAR ENFERMEIRA

VEJA O VÍDEO
video
Cinco homens armados assaltaram um posto de combustíveis às margens da BR 104, no Ligeiro, entre Campina Grande e Queimadas, sequestraram uma funcionária, a fizeram de escudo humano, atiraram na polícia, atiram na funcionária, atiraram em pessoas que estavam em um carro, mas três acusados acabaram presos.

Um acusado foi atingido com um tiro no pé.
A frentista Mikaenne Tavares Araújo, de 21 anos foi ferida propositadamente por um dos bandidos com um tiro no abdome.
Foram presos Cosme Medeiros de Lucena, de 29 anos, Edvaldo Amado da Silva, de 19 e Victor Pereira de Farias, também de 19 (ele é irmão de Rogério Pereira de Farias, acusado de assassinar a enfermeira Aucilene de Almeida Lucena em abril deste ano).
O ASSALTO AO POSTO

Na noite desta quinta-feira (23/07), às 23h00, a frentista estava trabalhando quando um veículo Fiesta com placas de Recife se aproximou.
Dentro do carro, cinco assaltantes.
As imagens do circuito de segurança mostram eles chegando para cometer o crime.
Pouco dinheiro foi roubado, mas não parou por ai.
De acordo com um frentista, todos que estavam no local foram assaltados.
No posto eles não usaram de violência.
As imagens mostram também que um dos ladrões vai ao encontro de Mikaene.
Ele se aproxima da jovem, conversa com ela e faz uma revista na funcionária.

Em seguida coloca o braço sobre o ombro dela e ela é obrigada a abraçá-lo e acompanhá-lo.
Começa o sequestro
A PERSEGUIÇÃO
(Cosme)
A quadrilha foge com a jovem pela BR 104 com destino a Campina Grande e é perseguida pela polícia.
Justamente uma guarnição que estava em busca do Fiesta que havia sido roubado duas horas antes, no Bairro Três Irmãs.
Os policiais ficaram sabendo que entre os ocupantes do carro havia uma refém.
(Amado)
A vítima serviu de escudo humano.
Todos seguem pela BR, em seguida pela Alça Sudoeste, Ladeira do Serrotão e Bodocongó.
Nas imediações de um antigo motel os ladrões atiraram para todos os lados e feriram três pessoas que estavam em outro veículo.
“O objetivo de atingir as pessoas de outro carro e colocar a garota do posto com a cabeça para fora da janela do Fiesta, era com intuito de desvirtuar a perseguição policial, ou seja, atrasar as guarnições”, disse o comandante da Cavalaria, major Azevedo.
No entanto, contou o major na Patrulha da Cidade/TV Borborema, “quando eles feriram as pessoas do outro carro, uma das guarnições prestou socorro e as outras seguiram os assaltantes, sempre nos preocupando com o estado físico da jovem que estava com eles como refém”.
NO CANAL DE BODOCONGÓ E SOVACO DA COBRA

Já no Canal de Bodocongó, no Bairro Dinamérica, entre uma invasão e um supermercado, houve troca de tiros.
Lá no local propositadamente, os assaltantes atiraram na frentista que se encontra internada no Trauma.
Um bandido que saiu ferido já está na cadeia, junto com os outros dois.
No carro dos acusados as marcas do tiroteio: sangue e vidros quebrados.
AS PRISÕES

O assaltante que foi ferido com um tiro no pé não teve como correr.
Os outros quatro envolvidos correram para um matagal, mas dois foram capturados.
OS CRIMES QUE ELES VÃO RESPONDER
(victor)
O delegado Lamartine Lacerda foi contundente: “os crimes que eles cometeram são suficientes para uma reclusão muito alta”.
Eles responderão por resistência, desobediência, porte ilegal de arma, associação criminosa, tentativa de homicídio duplamente qualificado, roubo triplamente qualificado, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário