Menu

terça-feira, 4 de agosto de 2015

PRESTE ATENÇÃO: DOIS CONSÓRCIOS DE TRANSPORTE COLETIVO EM CAMPINA ENTRAM EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA

A partir desta quarta-feira, (05/07), os Consórcios Santa Maria e Santa Verônica, vencedores da licitação pública realizada pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, entrarão em operação no sistema de transporte coletivo urbano da cidade.
O atual sistema de transporte coletivo vinha funcionando mediante uma concessão pública precária e o prefeito Romero Rodrigues já havia autorizado, desde dezembro de 2013, a instalação do processo licitatório.
O consórcio Santa Maria, composto pelas empresas A. Cândido & Cia. Ltda (Nacional) e pela Viação Santa Rosa Ltda (Cabral), irá explorar as áreas Norte-01 e Oeste-03, que inclui também o Distrito de São José da Mata.
Já o Consórcio Santa Verônica, composto pelas empresas Nacional de Passageiros Ltda (Transnacional) e Verônica Salete de Transportes Ltda (Cruzeiro), operará na área Sul-02.
Com a assinatura dos contratos de concessão, no último dia 05 de junho (durante o Seminário Cidade Expressa), foi iniciado o prazo de 60 dias para a efetivação das novas concessionárias e saída das antigas permissionárias (Borborema, Campina Grande Transportes e Viação São José) que não se habilitaram ao processo licitatório.
As áreas atendidas pelas antigas empresas serão cobertas pelos consórcios, de modo a deixarem garantido o transporte da população diretamente afetada.

VISTORIA E PADRONIZAÇÃO 
O segundo passo foi a realização de vistoria em toda a frota relacionada no processo licitatório, bem como nas garagens das empresas consorciadas.
No terceiro passo, foi emitida a portaria que regulamenta a nova numeração de ordem da frota, para que a mesma se adeque, tanto aos sistemas de circulação nas ruas, quanto aos sistemas de bilhetagem eletrônica e auxiliar de sistemas de GPS.
O próximo passo é a nova identidade visual da frota, para que fique fácil a identificação de percursos e a requalificação das linhas, garantindo maior precisão e cobertura das áreas da cidade. 
No entanto, provisoriamente, para a população não ser desassistida, a frota ostentará o brasão do município em adesivo por cima dos nomes das empresas até então permissionárias e, gradativamente, devem ocorrer às mudanças de lay out de toda a frota.
(Codecom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário