Menu

terça-feira, 20 de outubro de 2015

DIRETORA DA CADEIA DE INGÁ É EXECUTADA DENTRO DO CARRO QUANDO SE DIRIGIA AO TRABALHO

Córdula Veloso Borges, de 57 anos, estava se dirigindo para o trabalho, em Ingá, no Agreste.
Havia um ano que ela fazia o mesmo trajeto de carro todos os dias: da fazenda onde morava (Riacho Verde), para a cadeia pública em que era diretora.
Na manhã desta terça-feira (20/10), por volta das 06h30, o percurso foi interrompido.
Em um dos trechos (km112) da BR 230 entre Campina Grande e João Pessoa ela foi executada com cinco tiros de pistola.
Córdula conduzia um Sedan e teve o veículo emparelhado por outro carro de cor preta.
Um dos ocupantes atirou.
Córdula morreu na hora.
Com ela, viajavam um neto, de 13 anos, e mais três pessoas.
O adolescente estava no banco do carona.
O crime deixou lento o fluxo de veículos entre a Capital e Campina Grande.
Curiosos se aglomeraram no local.

A polícia militar não obteve muitas informações do assassinato.
As pessoas que estavam com ela no carro não viram detalhes o atirador e não se feriram, mas entraram em choque.
Familiares da diretora, não sabem a quem atribuir o crime.
Córdula também era dona de um restaurante as margens da BR e prima do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, ex-ministro das Cidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário