Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

DURANTE ABORDAGEM: ATIROU NA POLÍCIA E ACABOU MORRENDO; NENHUM POLICIAL SE FERIU

(Jorge Miguel da Silva)
Era para ser uma abordagem de rotina, mas a guarnição da Força Tática foi recebida à bala na Rua Odon Bezerra, no Bairro Liberdade, em Campina Grande.
O caso ocorreu na tarde desta terça-feira (27/10) às 14h00.
Dois homens de Lagoa Seca estavam numa moto e um deles atirou nos policiais.
A polícia revidou e acertou Jorge Miguel da Silva Fernandes, de 25 anos, o “jorginho” com um tiro no peito.
Ele foi socorrido para o Hospital de Trauma, mas morreu antes dos procedimentos médicos.
O companheiro dele, Renato Gomes Teixeira, de 20 anos, foi detido e conduzido com a moto para a Central de Polícia.
(Renato Gomes)
A arma que foi usada para disparar contra os policiais também foi recolhida.
É um revólver calibre "32" para seis munições.
Duas estavam deflagradas.
COMO FOI
Uma guarnição da Força Tática estava em rondas no Bairro Liberdade e visualizou dois homens numa motocicleta. 
Ao se aproximar deles,  o condutor da moto "arrancou" em alta velocidade. 
Iniciou-se uma perseguição que terminou na Rua Odon Bezerra.
Sob a determinação da PM, os ocupantes pararam o veículo.
Um deles (Renato Gomes) de imediado colocou as mãos para cima, porém Jorge Miguel, foi para detrás de um carro e puxou uma arma.
Houve troca de tiros.
Nenhum policial se feriu, mas "jorginho" foi baleado.
O QUE DISSE RENATO GOMES
Renato Gomes, que estava com "jorginho" disse que tinham  se encontrado em Lagoa Seca e vieram a Campina Grande para o Bairro Liberdade, onde, de acordo com Renato, mora a mãe de "jorginho", mas ele não sabe onde ela reside.
Renato não quis dar outras informações importantes sobre o que eles estavam fazendo no Bairro da Liberdade.
(Fonte: Paulo Pessoa/TV Borborema)

Nenhum comentário:

Postar um comentário