Menu

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

PC PRENDE ACUSADO DE ESTUPRAR UMA MULHER EM CAMPINA GRANDE; ELE INVADIU A CASA, ASSALTOU E VIOLENTOU A VÍTIMA. ELA RECONHECEU O ACUSADO


A Delegacia da Mulher e a 2ªDD deram cumprimento na manhã desta segunda-feira (30/11) a um Mandado de Prisão contra Wallef Gomes Santos, de 20 anos.
Ele é acusado de invadir uma casa, assaltar e estuprar uma estudante de 27 anos.
O crime aconteceu na manhã do dia 07 de novembro por volta das 07h00 na Rua São Francisco, no Bairro Conceição, em Campina Grande.
Ele já se encontrava preso no Presídio Provisório em virtude de um assalto recente, porém as investigações da polícia civil continuaram e chegaram a Wallef.
Para identificar o acusado, a PC realizou uma investigação irretocável.
O CRIME
(Wallef  hoje: mais magro)
O delegado seccional de Campina Grande, Iasley Almeida, expôs para a imprensa que no dia do crime, de acordo com as investigações, Wallef pulou o muro da residência e invadiu o imóvel, logo após a saída da proprietária.
“Com uso de uma faca rendeu as duas pessoas que estavam em seu interior (que ainda estavam dormindo), tendo estuprado a mulher e trancado um homem em um quarto. Não satisfeito com a violência sexual o acusado ainda subtraiu diversos objetos”.
COMO A POLÍCIA CHEGOU AO ACUSADO
Durante a tarde desta segunda-feira o renatodiniz.com entrou em contato com o delegado Iasley Almeida e procurou saber como foi que a polícia chegou ao acusado.

O policial evitou dar detalhes, mas disse que “As equipes dos delegados Herta Costa e Hector Azevedo se empenharam nas investigações. Lógico: as informações por eles recebidas foram importantes. A partir dai se usou de cautela, qualidade investigativa e parceria extremamente confiável. Não posso adiantar outros pontos. Foi uma investigação perfeita”.
O RECONHECIMENTO DO ACUSADO
Indagado pelo renatodiniz.com de como a vítima reconheceu o acusado, o delegado disse que “ele foi reconhecido tanto pessoalmente, quanto pela voz. Começou pela foto, depois pessoalmente e pela voz. Ele está preso, pois semanas atrás praticou um crime de roubo. A ficha dele é bem longa, por causa de crimes patrimoniais. Neste ultimo caso ele, além do roubo, praticou o estupro”.

2 comentários:

  1. Além de virar menininha na prisão, vai apanhar com força kkkkkkkk
    Acho é pouco! Fuck!

    ResponderExcluir
  2. A polícia fez seu trabalho, mas se as vítimas não tivessem corrido atrás de imagens (câmeras de segurança) e de outros detalhes, ele não estaria preso. Neste caso específico, a colaboração das vítimas foi essencial para elucidação e prisão do criminoso. Parabenizo a ação da polícia, entretanto, quando há colaboração da vizinhança tudo fica mais fácil.

    ResponderExcluir