Menu

sábado, 7 de novembro de 2015

VEREADOR COBRA COMPROMISSO DA CAIXA ECONÔMICA COM AS PESSOAS CONTEMPLADAS COM APARTAMENTOS NO VILA NOVA DA RAINHA

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou na manhã desta quinta-feira (05/11), Audiência Pública que debateu a invasão de apartamentos no Conjunto Habitacional Vila Nova da Rainha. 
A iniciativa foi do presidente Antônio Alves Pimentel Filho (PSD).
O vereador justificou que o objetivo foi trazer informação às mais de 100 famílias que foram credenciadas e passaram por todas as etapas e exigências da Caixa Econômica, e até hoje não receberam as chaves dos apartamentos do Conjunto Habitacional Vila Nova da Rainha.
(Vereador Pimentel lamentou a ausência da Caixa na Audiência)
Segundo uma comissão representativa destas famílias, os apartamentos que deveriam ter sido entregues aos verdadeiros mutuários, foram invadidos ou depredados, inclusive tendo portas, janelas e louças sanitárias roubadas.
“Por falta de informações da Caixa Econômica Federal, mais de 100 famílias estão desorientadas, pois não sabem qual o motivo do impedimento da entrega, ficando assim, perambulando por diversos órgãos, e continuam sem respostas, pois as entidades governamentais envolvidas, não dão identificam os motivos nem as soluções”.
Gilson Nunes, presidente da ASPRENE, denunciou que além da invasão no Vila Nova da Rainha, também existem invasões de mais de 150 imóveis do Conjunto Habitacional Major Veneziano, e isto é grave e tem que ser apurado e reparado para garantir o direito das pessoas que legalmente se escreveram e passaram por todas as exigências da Caixa Econômica Federal.
Ficou decidido durante a audiência que a Câmara Municipal de Campina Grande enviará telegrama contendo um documento, exigindo da Presidência da Caixa em Brasília e da Presidência da República, que a Superintendência da Caixa em Campina Grande, cumpra o Mandato de Reintegração de posse.
Major Gilberto, Comandante do 2BPM, destacou que, a Policia Militar está pronta para desencadear ações e operações para auxiliar os poderes públicos na retomada e manutenção da ordem e da Lei, reestabelecendo o direito dos cidadãos mutuários do Conjunto.
Pimentel Filho lamentou a ausência de representantes da Caixa Econômica Federal e se colocou a disposição da pessoas prejudicadas no sentido de resolver o impasse.
(Ascom)

2 comentários:

  1. Mais um mala querendo se reeleger

    Agora todos sao trabalhadores

    Sao bonzinhos

    Também quer nao quer passar mais 4 anos

    Recebendo dinheiro sem fazer nada.

    ResponderExcluir
  2. Mais um mala querendo se reeleger

    Agora todos sao trabalhadores

    Sao bonzinhos

    Também quer nao quer passar mais 4 anos

    Recebendo dinheiro sem fazer nada.

    ResponderExcluir