terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

EM CAMPINA GRANDE: HOMEM É ASSASSINADO QUANDO BEBIA EM BAR

Por volta das 18h30, desta terça-feira (03/02), Paulo Augusto Rosa de Jesus, de 43 anos, morador das Malvinas, foi assassinado com um tiro de pistola na cabeça (Teve também um disparo de raspão no pescoço).
A vítima bebia na calçada de um bar com amigos, na Rua Sergipe, Liberdade, em Campina Grande, quando se aproximaram dois homens (um magro e outro gordo) em uma motocicleta Pop de cor preta  e um deles disparou por várias vezes.
A delegada Maíra Roberta investiga o crime.
A mulher dele informou a polícia militar que "Paulo Gordo", como ele era conhecido, trabalhava como "vendedor pracista".
Maíra Roberta disse ao renatodiniz.com que outras informações importantes poderão divulgadas nesta quarta-feira (04).

MENINO DE TRÊS ANOS, GATOS E CACHORROS SÃO VÍTIMAS DE MAUS TRATOS NUMA CASA EM CAMPINA; RESPONSÁVEL PELA CRIANÇA FOI ENCONTRADA EMBRIAGADA

 
A polícia militar foi solicitada na tarde desta terça-feira (03/02), por volta de 13h30, para verificar uma denúncia de maus tratos a animais na Rua Palestina, no Bairro Santa Rosa, em Campina Grande.
Chegando a casa indicada os policiais se estarreceram com uma cena degradante: uma criança de três anos em estado de risco, num ambiente sujo e fétido; cães e gatos maltratados, famintos, além disso, a mulher responsável pelo menino estava completamente embriagada.

DURANTE ESCAVAÇÃO HOMENS ENCONTRAM OSSADAS ENTERRADAS COM “BOTIJAS”

 
O delegado de Cuité, no Curimataú paraibano, Durval dos Santos Barros, foi chamado por moradores de uma residência que estavam fazendo uma escavação no quintal para a construção de um cisterna.

Eles disseram ao policial que encontraram uma ossada humana.

PEDREIRO DISCUTE COM DEVEDOR E ACABA FERIDO COM UM TIRO

 
Um pedreiro de 42 anos, morador da Rua Arnaldo Luiz de Melo, no Distrito de São José da Mata/Campina Grande, foi ferido com um tiro de revólver no braço esquerdo, após discutir com um homem que lhe deve uma quantia em dinheiro.
O crime aconteceu por volta das 08h30 desta terça-feira (03/02).
A vítima, que foi socorrida para o Hospital de Trauma, se negou, segundo a polícia, em fornecer o nome do agressor.

ACUSADOS DE TENTAR ASSALTAR BANCO EM CAMPINA JÁ ESTÃO NO PRESÍDIO; DELEGADO OUVIU VÍTIMAS

O delegado Ramirez São Pedro de Almeida, da Delegacia de Homicídios em Campina Grande já ouviu oito, das 30 pessoas, que foram feitas reféns pelos três homens que tentaram assaltar o Banco Santander, na manhã desta segunda-feira (02/02), no centro da cidade.
De acordo com os depoimentos, disse o delegado, “os criminosos chegaram de forma discreta. Não queriam anunciar o assalto expressamente para não alertar os clientes e até mesmo a presença de policiais no local. Foram rendendo os funcionários e os clientes que chegavam gradativamente, até que uma cliente tentou sair do banco e teve início uma pequena discussão com um dos criminosos. Ele sacou a arma e anunciou o assalto. Foi aí que começou um momento de tensão dentro da agência bancária”.

Clientes e funcionários foram obrigados a deitarem-se no chão.
Quando a polícia militar foi avisada e tomou conta da situação, os três acusados resolveram usar dois funcionários e um cliente como "escudos".
Evandro José da Silva, mecânico de 34 anos, disse que mora em Campina Grande, mas na verdade reside em Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, onde também mora Davdson José Alves.

LADRÕES ASSALTAM SEGURANÇA E AINDA PISAM NO PESCOÇO DELE

VEJA O VÍDEO

video
Dois ladrões assaltaram um segurança de uma lanchonete no Bairro Catolé, em Campina Grande, na noite do sábado (31/01).
O caso aconteceu na Avenida Vigário Calixto.
A dupla se aproximou da vítima e parte para a abordagem de forma agressiva.

VEJA O VÍDEO: HOMEM INVADE ESTABELECIMENTO DE ENSINO E ROUBA 10 MIL REAIS


VEJA O VÍDEO

                                      video
Por volta das 16h20 do domingo (01/02) um estabelecimento de ensino profissionalizante localizado na Avenida Vigário Calixto, no Bairro Catolé, em Campina Grande, foi assaltado por um homem que chegou numa motocicleta de cor preta.
A ação não demorou nem um minuto completo.