Menu

domingo, 31 de janeiro de 2016

SHOPPING POPULAR VOLTA A FUNCIONAR NESTA SEGUNDA-FEIRA; ROMERO GARANTE REFORMA NA PARTE ELÉTRICA

*A IRRESPONSABILIDADE DE “UNS ALGUNS” SOBROU PARA A PREFEITURA.
*NÃO SERIA A HORA DE A PREFEITURA ASSUMIR A GESTÃO DO SHOPPING POPULAR?(Renato Diniz)

O Shopping Popular Edson Diniz, no centro, recentemente interditado pelo Corpo de Bombeiros, voltará a funcionar nesta segunda-feira, dia 1º de fevereiro, das 07h00 às 13h00, conforme ficou decidido na manhã desta sexta-feira (29/01) durante reunião realizada no Ministério Público em Campina Grande.
Já no período da tarde e à noite, também a partir desta segunda-feira, haverá a reforma do sistema elétrico daquele espaço comercial.
Os serviços vão ser realizados durante o período máximo de 120 dias, conforme assegurou o prefeito Romero Rodrigues.
A responsabilidade pelos serviços será do IPSEM, sob a fiscalização da Secretaria de Obras.
A reunião foi presidida pela promotora Adriana Amorim e contou com a presença do prefeito Romero Rodrigues; secretário de Obras, André Agra; presidente do IPSEM, Antônio Hermano de Oliveira; vereadores; representantes dos lojistas e do Corpo de Bombeiros.
Durante o encontro, ficou definido que os lojistas vão desocupar imediatamente as calçadas do centro, liberando a circulação de pedestres em frente ao Shopping Popular.
O prefeito Romero Rodrigues assegurou que o governo municipal fará o que for possível para os serviços serem concluídos o mais rápido possível.
“Mesmo não sendo uma responsabilidade da PMCG, faremos a reforma ou reposição da parte de fiação ou elétrica do prédio, além da substituição das atuais lâmpadas por Leds, oferecendo mais luz e também mais economia aos lojistas”, afirmou.
Conforme disse Romero, a empresa contratada vai trabalhar até mesmo no período de carnaval, procurando substituir a parte elétrica o mais rápido possível.
“Faremos toda a reforma elétrica em 120 dias, mas o nosso esforço é no sentido de que este serviço seja concluído bem antes do previsto. Esperamos, ainda, que prevaleça a consciência de preservação do que for reformado, pois esta tarefa não é apenas do poder público, mas, sobretudo, dos lojistas”, acrescentou.
Por sua vez, a promotora Adriana Amorim avaliou positivamente a reunião pela participação de todos os segmentos envolvidos e responsáveis quanto ao uso efetivo do Shopping Popular.
“Neste encontro, ficaram estabelecidas as responsabilidades de cada uma dessas entidades, possibilitando a desinterdição parcial do prédio. A PMCG fará a reforma elétrica do estabelecimento, tendo também os lojistas assumido várias responsabilidades”, afirmou.
O presidente da Associação dos Lojistas, Jobson Alves, garantiu que a categoria quer, agora, uma solução definitiva para os problemas verificados no shopping, garantindo que os associados cuidarão de providências e melhorias na parte hidráulica e de acessibilidade.
Ele também reconheceu o esforço do governo municipal em resolver os problemas que geraram a interdição do prédio.
Após a reunião da qual saiu à decisão, o próprio prefeito Romero Rodrigues foi pessoalmente ao Shopping Popular Edson Diniz, onde transmitiu a informação aos lojistas na manhã desta sexta-feira (29).
(Fonte: paraibaonline com Ascom)

3 comentários:

  1. O condomínio é pago a quem ? A responsabilidade é de quem recebe.

    ResponderExcluir
  2. O condomínio é pago a quem ? A responsabilidade é de quem recebe.

    ResponderExcluir
  3. exatamente a responsabilidade e de quem e responsavel pelo predio

    ResponderExcluir