Menu

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

DIRETOR DO PRESÍDIO PADRÃO EM CAMPINA GRANDE PEDE EXONERAÇÃO DO CARGO

Após quase quatro anos a frente do Presidio Padrão de Campina Grande, o diretor Anselmo de Vasconcelos pediu exoneração do cargo na tarde desta quarta-feira (03/02) a Secretaria da Administração Penitenciária da Paraíba.
Procurado pelo renatodiniz.com, Anselmo afirmou que vai ter mais tempo para cuidar e se dedicar a mãe dele que está fazendo um tratamento de saúde contra o câncer.
“Eu não estava tendo tempo e estava bastante dividido entre a função e os cuidados com ela. Olhando pelo lado ‘de filho’ eu decidi deixar a direção do Presídio e me dedicar mais a ela”.
Os dois diretores adjuntos, o chefe de disciplina e o chefe de almoxarifado, que fazem parte da equipe de Anselmo, também pediram exoneração.
Ele informou que neste período (de quatro anos) não houve nenhuma rebelião.
(Anselmo e a mãe durante corte de cabelo: solidariedade do filho)
Ocorreram duas mortes violentas; a última aconteceu havia mais dois anos.
Por dois anos consecutivos  o Padrão foi 1º lugar no ENEN para Pessoas Privadas de Liberdade.
Anselmo afirmou que o saldo da passagem dele e dos adjuntos na casa penal foi bastante positivo.
O Presídio Padrão tem o triplo de sua capacidade.
Hoje conta com 720 presos.
O ofício foi entregue ao secretário Wagner Dorta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário