Menu

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

LADRÕES INVADEM A CAGEPA, RENDEM SEGURANÇAS, ARROMBAM CAIXA ELETRÔNICO E LEVAM DINHEIRO; EM OUTROS CASOS, LADRÕES INVADIRAM CASA E LANCHONETE

(Atualizado)
Por volta das 23h30 desta terça-feira (02/02) um vigilante da CAGEPA, no Bairro Tambor, em Campina Grande, foi rendido por bandidos que chegaram num veículo Fox de cor prata (ou um carro parecido).
O segurança estava na guarita.
Um dos ladrões encapuzado portava uma arma de fogo.
Os assaltantes entraram no prédio renderam também um funcionário de plantão e arrombaram um caixa eletrônico da Caixa Econômica usando um maçarico de onde levaram todo o dinheiro.
Nenhum refém foi agredido, mas eles foram colocados numa sala com as mãos amarradas com "enforca gato".

Armas da segurança também foram roubadas.
Pelo menos quatro ladrões participaram da ação.

Devido ao fato de estarem presos e temendo a investida dos bandidos, a PM só tomou conhecimento do caso já na madrugada desta quarta-feira (03).
A polícia federal assume as investigações.
AINDA EM CAMPINA GRANDE
Às 17h00 dois ladrões numa moto Bros de cor vermelha (placa NNJ 6574) assaltaram um estabelecimento comercial na Rua francisco Alves, no Cruzeiro, e roubaram celulares, além de dinheiro.
O "estabelecimento", não foi especificado pela PM.
A moto utilizada pelos ladrões foi roubada de um policial militar recentemente.
Por volta da meia-noite dois bandidos realizaram um arrastão numa lanchonete próximo ao "Rede Bairro" nas Malvinas e levaram celulares, além de dinheiro dos clientes.
Os ladrões estavam num  veículo Corsa de cor verde.
EM POCINHOS 
Às 19h00 uma casa no sítio "Juá"/Boqueirão", em Pocinhos, foi invadida por quatro assaltantes.
Três moradores foram amarrados pelos bandidos.
Além disso, o filho do casal foi agredido.
Os ladrões levaram "1.500,00 reais", quatro celulares, uma TV e outros objetos.

2 comentários:

  1. Só diminui a bandidagem quando forem matando, cadeia não retifica ninguém, cadeia não passa de um mestrado de bandido e quem é contra esse comentário com certeza nunca passou pela "gentileza" deles.

    ResponderExcluir
  2. Só diminui a bandidagem quando forem matando, cadeia não retifica ninguém, cadeia não passa de um mestrado de bandido e quem é contra esse comentário com certeza nunca passou pela "gentileza" deles.

    ResponderExcluir