Menu

sábado, 9 de abril de 2016

APÓS 45 ANOS DE VIDA ‘JORNAL DA PARAÍBA’ FECHA AS PORTAS E VAI DEMITIR 120 EMPREGADOS

Fundado em Campina Grande há 45 anos por um grupo de empresários locais - capitaneados pelo jornalista Josusmá Coelho Viana - que se insurgiu contra a impressão do ‘Diário da Borborema’ em João Pessoa, o ‘Jornal da Paraíba’ vai fechar suas portas neste próximo domingo (10/04), conforme comunicado divulgado pela diretoria da empresa.
O presidente do Sistema Paraíba de Comunicação, Eduardo Carlos, ao anunciar a triste notícia que vai botar no olho da rua cerca de 120 profissionais, entre jornalistas e técnicos, explicou que haverá uma “migração” para a plataforma digital.
Segue a Nota:
“Caros colaboradores,
A partir da próxima terça-feira (12/04), o Jornal da Paraíba deixa de circular em sua edição impressa.
O seu conteúdo migrará para o formato digital.
A decisão de interromper a circulação impressa segue uma tendência mundial, resultado do crescimento das plataformas digitais.
Mas, também, está relacionada ao agravamento da atual crise brasileira, que atinge o setor produtivo em seus mais diversos segmentos.
Suspender a circulação impressa de um jornal com quase 45 anos não foi uma decisão fácil.
Sabemos do papel desempenhado pelo Jornal da Paraíba, da sua história, do seu compromisso com o desenvolvimento do nosso Estado.
Como sabemos de que modo uma decisão como esta atinge o capital humano que empresta sua força de trabalho ao crescimento das nossas empresas.
Mas foi necessário fazê-lo.
Não vou mencionar nomes para não cometer injustiças. Expresso aqui o nosso agradecimento a todos, mas todos mesmo, os que, ao longo dessas quatro décadas e meia, fizeram o Jornal da Paraíba ser o que ele é.
E torço, muito sinceramente, para que os que nos deixam reencontrem o seu lugar no mercado de trabalho.
Atenciosamente,
Eduardo Carlos

Presidente da Rede Paraíba de Comunicação”
(apalavraonline)

2 comentários:

  1. Muito triste conheço muitos desse Pais de familia quer dedicarâo boa parte de sua via no jornal e a crise ajudou mais essa tecnologia dos dias de hoje fica muito dis Leal a comcorencia co a tecnologia muito triste

    ResponderExcluir
  2. Nossa quanta tristeza,lamentável e os miseráveis desses políticos nada fazem para conter o fechamento dessas empresas... Mais pais de família desempregados....MUITO TRISTE. mais um pedaço da nossa história se acaba.

    ResponderExcluir