Menu

domingo, 21 de agosto de 2016

MULHER É MORTA EM CAMPINA GRANDE; BOQUEIRÃO TAMBÉM REGISTRA ASSASSINATO. EM ALAGOA NOVA “BACTÉRIA” FOI BALEADO

Giclivan Sônia Tavares, 37 anos, moradora da “Favela do Papelão”, ao lado de “O Meninão”/Dinamérica, em Campina Grande, foi assassinada com cinco tiros de revólver (dois no peito, dois no quadril e um nas costas).

A companheira dela, Tatiana Alves, informou que ambas dormiam na sala e escutou alguém forçando a porta para em seguida ouvir os disparos.
Além dos tiros, a mulher foi agredida a coronhadas.
O crime ocorreu às 23h45 deste sábado (21/08).
Em Boqueirão, no Cariri, às 22h50, um homem (ainda não identificado) foi morto a tiros.
Os disparos atingiram o abdome.
O crime ocorreu na Rua Manoel Emílio dos Santos, no Bairro Bela Vista.
EM ALAGOA NOVA
Antônio Pereira Júnior, 33 anos, conhecido “popularmente” como “bactéria”, foi vítima de uma tentativa de homicídio por volta das 21h30 em uma das ruas de Alagoa Nova.
O estado dele é grave.
Os tiros acertaram “bactéria” no abdome, mão e ombro.
Ele encontra-se internado no Trauma, em Campina Grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário