Menu

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

SEQUESTRO, TORTURA E MORTE: PM PRENDE ACUSADOS DE ASSASSINAR JOVEM EM AREIA; CORPO FOI ENCONTRADO EM REMÍGIO

Policiais do 10ªBPM prenderam um grupo acusado de sequestrar, torturar e assassinar a tiros Jorge Tadeu da Silva, de 19 anos.
O macabro começou na cidade de Areia, no Brejo, por volta do meio-dia desta quinta-feira (18/08) e terminou em Remígio, no final da tarde.

COMO FOI
Jorge Tadeu da Silva estava em casa, no sítio “Bola de Neve”, com familiares, quando vários homens num veículo pálio de cor preta (placas MOI5698) invadiram o local e sob ameaça retiraram-no da residência, colocaram no carro e “desapareceram”.
De imediato a guarnição do sargento Carlos foi informada e começou a diligenciar.
Com base nas informações e as características do veículo, foi montada uma operação que envolveu guarnições comandadas pelo tenente Fidelis, soldados Aldo Barbosa e Alexandre, tendo a frente o Major Pablo Cunha, comandante do 10ºBPM.
Durante a varredura os policiais localizaram já por volta das 17h00 os acusados comemorando o crime.
Pouco tempo depois o corpo de Jorge Tadeu foi encontrado num matagal do sítio “Jacaré”, em Remígio.
Ele foi torturado e assassinado com tiros de revólver.
Os policiais apreenderam o carro, uma corda, dois revólveres, uma garrucha e celulares.
Oito envolvidos foram capturados em flagrante.
Um deles é um adolescente de 16 anos.
Os adultos são Leonardo Fernando, 27 anos; Pedro Fernandes, de 37; Anderson Lima, de 25; Antônio Cassiano e Lucas Tomás, de 18.
Lucas assumiu que atirou.
Os presos moram em Lagoa do Mato (Remígio) e São Miguel (Esperança).
OS MOTIVOS
Na noite da quarta-feira (17) vários disparos foram efetuados na casa de Lucas.
“Amigos” e testemunhas apontaram Jorge Tadeu como um dos envolvidos.
No dia seguinte (18) ocorreu o sequestro, a tortura e a morte.
A polícia militar e a polícia civil sabem que tem muita coisa por trás desse crime que não se resume apenas a uma vingança por causa do que ocorreu no dia anterior.
O delegado Jorge Luís lavrou a situação de flagrante e vai individualizar a participação de cada um dos acusados.

3 comentários:

  1. Deus tenha misericórdia desses seres brutos e incrédulos. Amém

    ResponderExcluir
  2. Deus tenha misericórdia desses seres brutos e incrédulos. Amém

    ResponderExcluir