Menu

domingo, 25 de setembro de 2016

NESTE DOMINGO EM CAMPINA: MOTOTAXISTA É ASSASSINADO A TIROS; EM OUTRO CASO CORPO DE PEDREIRO É ENCONTRADO COM MARCAS DE TIROS E PERFURAÇÕES DE PICARETA

(Atualizado)
O mototaxista alternativo Leandro Gomes Bento, de 25 anos, foi assassinado a tiros por volta das 10h00 deste domingo (25/09) em um terreno entre o Loteamento Grande Campina e o Bairro Serrotão, em Campina Grande.

Foram quatro disparos: um na nuca, um nas costas, um no tórax e outro no braço.
NADA FOI ROUBADO.
Informações obtidas pela polícia são de que ele estava num ponto de moto, nas imediações de um mercadinho, quando um homem solicitou uma corrida.
A delegada Tatiana Barros e equipe estão investigando o caso.
Ela disse ao renatodiniz.com que no local onde ocorreu o homicídio foram encontrados um relógio, um celular e a moto de Leandro.
Os familiares dele são do distrito de São José da Mata/Campina Grande.
A polícia informou ainda que na área onde ele fazia ponto, trabalhava e morava, era considerado uma pessoa muito boa e pacata.
Antes, às 07h20, o corpo do pedreiro Adriano José da Silva, 25 anos de idade, que morava na Rua Manoel Mota, em Bodocongó, foi encontrado dentro de uma fazenda (“fazenda dos Rochas”) no Bairro Mutirão.
Em princípio foi constatado que a vítima foi assassinada com golpes de picareta no tórax e um tiro na cabeça.
Ele sai de casa na noite anterior (24), durante a madrugada voltou em casa e depois desapareceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário