Menu

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

CONGRESSO DA ADEPDEL SE CONSOLIDA COMO EVENTO JURÍDICO NACIONAL

A ADEPDEL - Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba, com o apoio da Cedipe e das principais Faculdades de Direito da Paraíba, realizou nos últimos dias 06 e 07 de outubro, no Centro de Convenções do Garden Hotel, em Campina Grande, o Terceiro Congresso Brasileiro Sobre Polícia Judiciária.

O evento foi mais um sucesso com comparecimento de um grande público composto por Delegados, acadêmicos do Curso de Direito e profissionais das áreas jurídicas e Policiais.

Estiveram no Congresso renomados palestrantes que abordaram temas atuais, abrangentes e que são do interesse das Polícias, dos Operadores do Direito e de toda a Sociedade.
O evento é mais uma ação dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba por intermédio da ADEPDEL que interioriza e realiza um Congresso de grande porte somente visto nas capitais, contribuindo assim com os meios acadêmicos, jurídicos e policiais.
Esse ano os temas principais foram: A Busca da Verdade Real no Inquérito Policial; Internet das Coisas, Crimes Cibernéticos; Garantismo Penal; Princípio da Insignificância e Investigação Criminal no Inquérito Policial.
Os palestrantes foram Dr. Rogério Sanches; Dr. Paulo Sumariva; Dr. Fabrício da Mota; Dr. Eduardo Fontes e Dr. Geovane Moraes. Todos excelentes profissionais e muito conhecidos no meio jurídico e universitário.
O congresso já se consolidou no calendário nacional dos eventos jurídicos, e já se iniciaram os preparativos da Comissão Organizadora coordenada pelo Dr. Iasley, delegado e professor universitário, para melhorar ainda mais a qualidade e o excelente nível do congresso.   
Ficando em destaque o avanço legislativo em relação ao cargo de Delegado de Polícia Civil, Polícia Judiciária Estadual e de Delegado Federal, Polícia Judiciária da União.
Sendo o CARGO DE DELEGADO reconhecidamente por Lei Federal e Constituições Estaduais como Carreira Jurídica, função de Estado e Essencial. 
Prosseguindo os trabalhos das polícias civis coordenadas por delegados para avançar sempre na busca de prestar melhores serviços à população, apurando-se os crimes com identificação das autorias delitivas e materialidade, com as devidas prisões, promovendo aplicação justa e proporcional da Lei em todos os trabalhos de Polícia Judiciária.

O Delegado Rônis Fernandes, integrante da ADEPDEL e da Comissão Organizadora do Congresso disse que “o trabalho continua para manter o evento em Campina Grande, cidade mais próxima do que a Capital, e futuramente tentar ampliar tal evento em outra data alternativa para nossa cidade de Patos, Pólo Jurídico onde está sediada as Faculdades Integradas de Patos-PB e o Curso de Direito cuja Coordenação sempre prestou total apoio ao Congresso da ADEPDEL”.
(Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário