Menu

sábado, 22 de outubro de 2016

GILMAR MENDES DIZ QUE BOLSA FAMÍLIA É “COMPRA DE VOTO INSTITUCIONALIZADA”; PARA MINISTRO DO STF, PROGRAMA SOCIAL É FORMA DE “ETERNIZAR” UM GOVERNO NO PODER

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes fez críticas ao Bolsa Família e declarou que o programa social é uma forma de comprar votos e também de "eternizar" um governo no poder.

“Com o Bolsa Família, generalizado, querem um modelo de fidelização que pode levar à eternização no poder. A compra de voto agora é institucionalizada (com o programa)”, disse o ministro nesta sexta-feira (21/10), durante o seminário “Soluções para Expansão da Infraestrutura no Brasil”, promovido pela Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham-Brasil) e pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB).
O ministro do STF disse que a Justiça Eleitoral não se preparou para tal situação.
“Se nós temos uma ampla concessão de Bolsa Família sem os pressupostos e sem a devida verificação, isso pode ser uma forma de captação de sufrágios que nós, no eleitoral, não conseguimos abarcar”, comentou.
Esta não foi a primeira vez que Mendes criticou o programa e fez associação a uma compra de votos.
Em novembro do ano passado, durante uma palestra sobre reforma eleitoral, em debate promovido pela Associação dos Advogados de São Paulo, ele afirmou que a implementação e ampliação de programas sociais, como o Bolsa Família e Seguro Defeso, em épocas eleitorais, eram “uma moderna compra de votos no Brasil”.
“Eu tenho a impressão que a adoção de determinadas políticas públicas hoje, com finalidade exclusivamente eleitoral, é uma moderna compra de votos”, declarou, na época.
O ministro do STF evitou comentar a Operação Métis e disse apenas que deve "haver fundamentos" que justificam a ação da Polícia Federal (PF), deflagrada na manhã desta sexta-feira para desarticular associação criminosa armada, responsável por embaraçar a Operação Lava-Jato, entre outras investigações.
Questionado durante o seminário se o STF demorou para tomar alguma decisão a respeito do ex-deputado Eduardo Cunha, preso na quarta-feira por decisão do juiz federal Sérgio Moro, Mendes disse não ter certeza se havia fundamentos para a prisão de Cunha quando ainda exercia mandato parlamentar.
Antes de ser cassado, Cunha tinha foro privilegiado, de forma que cabia ao STF avaliar eventuais pedidos de prisão.
(O GLOBO; Por Jaqueline Falcão, de São Paulo)

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Góipi ! Góipi ! Góipi !
      Troque este disco arranhado e siga em frente.

      Excluir
  2. Esse senhor só protege os ricos e quer ver a classe pobre morrer de fome ! Deu 2 Habeas Corpus em menos de 48 horas a um banqueiro acusado de desviar 1 Bilhão, mandou soltar o médico acusado de estuprar dezenas de mulheres, etc ! Agora quando é uma ajudinha para o pobre, ele fica com raiva ! É ardoroso defensor de Aécio é do PSDB, partido de rico...

    ResponderExcluir
  3. Esse senhor só protege os ricos e quer ver a classe pobre morrer de fome ! Deu 2 Habeas Corpus em menos de 48 horas a um banqueiro acusado de desviar 1 Bilhão, mandou soltar o médico acusado de estuprar dezenas de mulheres, etc ! Agora quando é uma ajudinha para o pobre, ele fica com raiva ! É ardoroso defensor de Aécio é do PSDB, partido de rico...

    ResponderExcluir
  4. PT,PMDB,PSDB E ETC...PRA MIM É TUDO LIXO,ESSE TAL STF TAMBÉM É LIXO,TUDO FARINHA DO MESMO SACO.

    REGIME MILITAR DE VOLTA COM URGÊNCIA!!!!

    ResponderExcluir
  5. Sejamos Racionais. Bolsa Família de forma "ETERNA" é sustento de vagabundo e compra de votos constitucionalizada. Essa bolsa deve ser temporaria, no entanto, o governo deve, proporcionar mecanismos de profissionalização e ingresso ao mercado de trabalho ao beneficiario. e não ser uma Parasita sendo sustentado a vida todo por nós Trabalhadores.

    ResponderExcluir
  6. Sejamos Racionais. Bolsa Família de forma "ETERNA" é sustento de vagabundo e compra de votos constitucionalizada. Essa bolsa deve ser temporaria, no entanto, o governo deve, proporcionar mecanismos de profissionalização e ingresso ao mercado de trabalho ao beneficiario. e não ser uma Parasita sendo sustentado a vida todo por nós Trabalhadores.

    ResponderExcluir