Menu

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

PASTOR É PRESO SUSPEITO DE ESTUPRAR ADOLESCENTES; SEGUNDO DELEGADO, PASTOR ORAVA APÓS MANTER RELAÇÕES COM VÍTIMAS

Um pastor evangélico de 35 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (05/10) na cidade de Bayeux, na região da Grande João Pessoa, suspeito de estuprar dois adolescentes e manter um relacionamento forçado por sete meses com pelo menos um dos jovens.
Conforme depoimento de duas vítimas à polícia, após praticar o abuso sexual, o pastor se ajoelhava e orava para pedir perdão.

De acordo com o delegado Diego Garcia, da 5ª Delegacia Distrital, o pastor não utilizava violência física para abusar dos adolescentes, mas aproveitava o prestígio da função que exercia na região para forçar os garotos a praticar atos sexuais.
A prisão ocorreu no bairro de São Bento, na casa do suspeito, em cumprimento de um mandado de prisão temporária.
“Até o momento, pelo menos dois adolescentes denunciaram que foram forçados a manter relações sexuais com o suspeito, mas há o indício de um terceiro”, comentou.
As vítimas têm entre 13 e 15 anos, segundo a polícia.
No momento da prisão, o suspeito foi encontrado com uma menina de 10 anos, mas ele informou à polícia que se tratava de uma sobrinha e a polícia não confirmou violência sofrida por parte dela.
Mesmo assim, a criança encontrada com ele deve passar por exames na tarde desta quarta-feira.
A prisão aconteceu após cerca de três meses de investigação, ainda de acordo com Diego Garcia, que explicou que o homem vai ser indiciado por estupro de vulnerável.
“Ainda vamos ouvir o suspeito, mas a princípio ele seguirá preso temporariamente”, explicou o delegado.
Familiares e o próprio pastor informaram aos policiais que ele tem transtorno mental, mas a informação ainda deve ser confirmada pela polícia
(G1 PB)
*O acusado é Jefferson Batista, membro de uma igreja no bairro de São Bento, em Bayeux 

Nenhum comentário:

Postar um comentário