Menu

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

POLÍCIA REGISTRA HOMICÍDIO NO CATOLÉ; VÍTIMA ERA PAI DE MENINO ATROPELADO. UM HOMEM FOI PRESO

O operador de Máquinas Adriano Aleixo do Nascimento, de 26 anos, foi morto por volta 17h00 deste domingo (16/10) na Rua Padre Anchieta, no Bairro Catolé, em Campina Grande.

Os acusados passaram num carro e atiraram, segundo testemunhas relataram a polícia.
Foram três tiros e ele morreu na hora.
O rapaz era pai de uma criança de três anos que foi atropelada na última terça-feira (11), na frente de casa, também no Catolé.
E a morte de Adriano está relacionada a este acidente, descobriu a polícia civil.
Agentes da Delegacia de Homicídio, sob o comando do delegado Francisco Assis da Silva prenderam o segurança Ivanildo Santos que mora no Bairro Catolé.
Ivanildo, de acordo com o delegado em entrevista concedida a imprensa, teria indicado a casa de Adriano e de outras pessoas que no dia do acidente teriam ido atrás do motorista Rinaldo Lima Junior que atropelou a criança.
Naquele dia (terça-feira, 11) Rinaldo morreu após bater numa árvore.
O Laudo constatou que a morte foi causada devido ao impacto da batida e não havia sinais de espancamento.
Em sua defesa, Ivanildo disse que era família do Rinaldo, porém mesmo morando no Catolé jamais indicaria residências de pessoas para qualquer coisa.
ENTENDA
Na última terça-feira. Rinaldo Lima da Silva Júnior, 27 anos, que morava no Bairro Nova Brasília, morreu por volta das 23h30 no Hospital de Trauma depois de se envolver num acidente que teve início nas imediações da Travessa Coremas, no Catolé, e terminou no Canal do Prado, também no Catolé.
A criança sofreu escoriações.
Rinaldo foi socorrer o menino, mas houve reação e ele fugiu.
Na fuga o rapaz perdeu o controle do carro, bateu numa moto e bateu fortemente numa árvore às margens do Canal do Prado.
Ele foi socorrido para o Trauma.
Rinaldo parecia fora de perigo, mas teve complicações e acabou morrendo.

15 comentários:

  1. Descanse em paz Adriano,nós que trabalhavamos com vc sabiamos que vc era um homem honrado e trabalhador.A familia minhas condolencias.

    ResponderExcluir
  2. Descanse em paz Adriano,nós que trabalhavamos com vc sabiamos que vc era um homem honrado e trabalhador.A familia minhas condolencias.

    ResponderExcluir
  3. DUAS FAMÍLIAS SEM DE VIÚVAS E ÓRFÃOS
    ... OUTRAS DEVEM FICAR AUSENTES DE CHEFES DE FAMÍLIAS, POR PRISÃO
    ... PREJUÍZO INCALCULÁVEL PORTNÃO HAVER PENSAMENTO E AÇÃO CORRETA

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente esse pai, apesar de dizerem que era uma boa pessoa, não soube se controlar ao ver seu filho atropelado, e tomou atitudes inconcebíveis junto com amigos. Claro que houve e haverá retaliação pela morte do motorista. Como não existe justiça neste país, se usa o "Olho por olho, dente por dente".

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. É LAMENTÁVEL QUÊ ESSE CASO TENHA GERADO ESSES DESDOBRAMENTOS,EU ATÉ COBREI UMA BOA INVESTIGAÇÃO DÁ POLÍCIA É UMA PUNIÇÃO AOS PERSEGUIDORES DÓ RAPAZ,AGORA PAGAR COM HÁ VIDA,NÃO FOI CERTO NEM NUNCA SERÁ...QUÊ DEUS CONFORTE HÁ FAMÍLIA DÊ AMBOS QUÊ FICARAM AGORA SEM SEUS PAÍS DÊ FAMÍLIA,QUÊ PARE PÔR AQUI ESSA TRISTE HISTÓRIA,É QUÊ HÁ POLÍCIA PRENDA ÓS ENVOLVIDOS DOS 2 LADOS DESSA HISTÓRIA.

    ResponderExcluir
  9. E falta de deus no coração das pessoas

    ResponderExcluir