Menu

terça-feira, 4 de outubro de 2016

POLICIAL CIVIL É ASSASSINADO QUANDO PARTICIPAVA DE COMEMORAÇÕES POLÍTICAS; PC PRENDE ENVOLVIDOS E UM DOS ACUSADOS MORRE EM TROCA DE TIROS

O escrivão da polícia civil Marcos Antônio Rosas, de 60 anos, foi morto a tiros quando participava das comemorações da festa da do prefeito eleito de Arara, no Curimataú.
O crime ocorreu numa das principais ruas do Centro por volta das 21h00 desta segunda-feira (03/09).
Ele se divertia com amigos e familiares quando dois homens numa moto chegaram e sem dirigir uma só palavra, foram logo atirando.
“Marcos Rosas” morreu na hora, vítima de cerca de dez disparos.

Havia um terceiro acusado.
Outras quatro pessoas que foram atingidas pelos disparos, foram socorridas para o Hospital de Trauma, porém sem gravidade e não correm risco de morte.
O policial morto trabalhava em Areia, "tirava" plantões em Esperança e Solânea.
Ele morava em Arara.
O trecho da rua onde ocorreu o crime foi tomado por policiais civis e militares.
PC PRENDE ENVOLVIDOS E NUMA TROCA DE TIROS UM ACABA MORTO
Quinze equipes da polícia civil com apoio da PM foram mobilizadas para a captura dos acusados.
A região de Arara foi praticamente toda vasculhada.
Já na madruga desta terça-feira (04), por volta das 04h00, num sítio em Cacimba de Dentro, na mesma região, a polícia localizou uma casa onde estavam os acusados.
Houve troca de tiros e um deles morreu.
Cinco pessoas foram presas.
A polícia  encontrou  armas no local.
Entre os presos estão dois que participaram da execução do escrivão.
Todos estão detidos em Solânea.
O terceiro envolvido foi, de acordo com a PC, justamente o que acabou morto na troca de tiros.
Parte dos acusados mora em João Pessoa.
O delegado Luciano Soares (Superintendente da 2ªSPC/Campina Grande) que coordenou a operação deve se pronunciar sobre o caso ainda hoje e informar os motivos da morte do policial.
Informações ainda não oficiais dão conta de que ele estava investigando uma quadrilha que vinha aterrorizando a região.
(AGUARDEM MAIS INFORMAÇÕES)

Nenhum comentário:

Postar um comentário