Menu

terça-feira, 11 de outubro de 2016

UMA INSUPERÁVEL RAINHA DE 152 ANOS

(Cláudio Goes)
Venturosa Campina querida,
Ó cidade que amo e venero!
(Leonardo Silva)
O teu povo o progresso expande,
És na terra o bem que mais quero!
(Xico Moraes)

Tuas serras de verde vestidas
Salpicadas com o ouro do sol
Ou com a hóstia dos brancos luares!
(Cláudio Goes)

Eterno poema
De amor à beleza,
(Leonardo Silva)
Ó recanto abençoado do Brasil
Onde o Cruzeiro do Sul resplandece
(Xico Moraes)
Capital do trabalho e da paz!
(Cláudio Goes)

Oficina de ilustres varões,
(Leonardo Silva)
Canaã de leais forasteiros,
(Xico Moares)
És memória de índios valentes
(Cláudio Goes)
E singelos e alegres tropeiros!
(Leonardo Silva)
Tua glória revive, Campina,
Na imagem dos homens audazes,
(Cláudio Goes)
Aguerridos heróis de legendas
(Leonardo Silva)
Que marcaram as tuas fronteiras!
(Xico Moares)
Eterno poema
De amor à beleza
(Cláudio Goes)
Ó recanto abençoado do Brasil,
(Leonardo Silva)
Onde o Cruzeiro do Sul resplandece,
Capital do trabalho e da paz!
(Xico Moares)


*Hino de Campina Grande
(Letra: Fernando Silveira e música: Antônio Guimarães Correia)
*Fotos de Cláudio Goes, Leonardo Silva e Xico Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário