Menu

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

CAMINHONEIRO DE PUXINANÃ QUE FOI PRESO EM ESPERANÇA COMETEU 17 ESTUPROS; ACUSADO FOI PRESO NO FINAL DE NOVEMBRO

Iremar Albuquerque Alves Negreiros, 41 anos, caminhoneiro, morador de Puxinanã pode ser considerado o maníaco que certamente cometeu mais estupros na região polarizada por Campina Grande.
Não se tem notícia de que alguém tenha agido dessa forma.
Após 25 dias de sua prisão em flagrante realizada pela polícia militar na zona rural de Esperança, o número de vítimas que ele estuprou impressiona: foram 17 mulheres e adolescentes que sob a mira de uma arma tiveram que se submeter ao ímpeto incontrolável de uma pessoa violenta e fria.
Muitas vezes as vítimas foram violentadas na frente de familiares.
“Foi uma vitória para a sociedade, uma vitória das mulheres. Infelizmente ocorreram os estupros, mas agora esse maníaco está atrás das grades”, comentou o delegado Henry Fábio, delegado titular da 12ªDSPC.
Durante o inquérito, mulheres estupradas em Campina Grande, Puxinanã, Montadas, Areial, Pocinhos, Lagoa Seca, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Esperança e Remígio, estiveram na 12ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, em Esperança, para reconhecer o estuprador.
Procedimentos também foram realizados em Campina Grande pela delegada Herta de França (Delegacia de Atendimento a Mulher)
Em menos de seis meses, em cima de uma moto e armado com uma pistola, ele cometeu os crimes que pensava que nunca seriam descobertos.
Na noite de 31 de outubro uma equipe da polícia militar (10ºBPM) colocou um “ponto final” na série de estupros.
Iremar encontra-se preso no Presidio Padrão Regional de Campina Grande desde o dia 10 de novembro e aguarda agora o veredicto da justiça.
Durante a entrevista coletiva realizada um dia após a prisão dele (01/11), a delegada Simone Lacet, foi enfática: “Ele não pode e não deve conviver com a sociedade. É um sujeito frio, violento, dissimulado e covarde”.

2 comentários:

  1. VITÓRIA !
    PARABÉNS A POLÍCIA !

    QUEM NÃO CONSEGUE CONVIVER EM SOCIEDADE É FARDADO AO ISOLAMENTO !

    ResponderExcluir
  2. EU O SOLTAVA AINDA HOJE

    ARRANCAVA O PÊNIS, TESTÍCULOS, MIL METROS DO HOSPITAL, BOTAVA PRÁ ELE ENGOLIR E IR ANDANDO A PÉ , PEDIR SOCORRO

    ResponderExcluir