Menu

terça-feira, 15 de novembro de 2016

FALTA DE MANUTENÇÃO E INVESTIMENTO FOI O MOTIVO DE APAGÕES NA PB, DIZ SINDICALISTA

Na manhã desta segunda-feira (14) Campina Grande e mais 71 cidades da Paraíba amanheceram sem energia.
O problema não atingiu somente o comércio, emissoras de rádio, TVs e o trânsito das cidades, mas interferiu na rotina dos 72 municípios paraibanos.

O presidente do Sindicato dos Urbanitários da Paraíba (STIUPB), Wilton Maia Velez, afirmou que o apagão foi ocasionado pela falta de manutenção preventiva da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e redução dos investimentos por parte do governo que, em 2014, investiu R$99 milhões. 
Porém, em 2015, o montante caiu para R$ 61,4 milhões.
“Inicialmente, o problema é decorrente da falta de manutenção preventiva porque o investimento na prevenção foi diminuído. Não está sendo equilibrado o consumo de energia com as hidrelétricas e o consumo de energia sobrecarrega as redes. Em 2014, houve 25 desligamentos do sistema e, em 2015, 31 desligamentos porque os investimentos caíram”, explicou.
Wilton apontou que os apagões interferem na economia das cidades e na produção industrial.
(Paraíba online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário