segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

DELEGACIA DE ROUBOS E FURTOS INVESTIGA MORTE DE EMPRESÁRIA CAMPINENSE

Os delegados Cristiano Santana e Ellen Maria da Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande são os responsáveis pelas investigações do latrocínio de que foi vítima empresária campinense Célia Marcia dos Santos Cirne, 70 anos.
O crime ocorreu sábado (24/12) na Rua Getúlio Vargas, no Centro de Campina, por volta das 13h50.

Tão logo tomamos conhecimento, mobilizamos nossas equipes já que trata-se latrocínio. Estamos trabalhando, estamos trabalhando. Ja temos um suspeito”, disse Cristiano ao renatodiniz.com.
COMO FOI
A empresária Célia Márcia Santos Cirne, 70 anos, proprietária da loja Brasil Atacado localizada na Rua João Pessoa, em Campina Grande, morreu após sofrer um tiro na cabeça durante um assalto quando deixava um estacionamento.
Dois bandidos numa moto cometeram o crime.
Eles anunciaram o assalto, ela se assustou, um dos ladrões atirou e roubou uma bolsa.
A empresária foi socorrida pela guarnição dos sargentos Joilson e Vamberto até o Hospital de Trauma, porém ela não resistiu. 
Ela era irmã do Presidente do TJ do Rio Grande do Norte Desembargador Cláudio Santos, casada com o médico Valfredo Cirne e mãe do empresário Henrique Cirne.

3 comentários:

  1. coitados desses delinquente que matou essa mulher.eles mecheram a cobra com a vara curta e agora vão pagar pelo o que fizeram

    ResponderExcluir
  2. Espero que sim. Se eu fosse ricão e uma coisa dessa acontecesse com alguém próximo a mim, eu botava até o serrotão abaixo pra botar as mão nos bandidos. Eu que não ia esperar uns 20 anos. Empalaria eles vivos e ficava olhando eles secarem.

    ResponderExcluir
  3. Olho por olho, dente por dente. A justiça tem quer ser feita imediatamente. Espero que a família não perca tempo. Não esperam pela justiça.

    ResponderExcluir