sábado, 17 de dezembro de 2016

HOMEM PRESO ACUSADO DE TRÁFICO ESTÁ ENVOLVIDO EM DUPLO HOMICÍDIO E TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM BODOCONGÓ, DIZ PC

A prisão de um homem, ocorrida na última segunda-feira (12/12) pode esclarecer o duplo homicídio e uma tentativa de homicídio corridos no dia 08 de dezembro/2016 em uma casa na Rua Juvêncio Arruda, na Vila dos Teimosos/Bodocongó, em Campina Grande.
Aderbal Oliveira “derbal”, como ele é conhecido, foi preso em flagrante por policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande no Bairro Bodocongó no momento em que ele repassava pedras de crack a uma usuária, disse o delegado Ramirez São Pedro.
No momento da detenção foram apreendidas quatro pedras de crack e na residência dele os agentes encontraram mais crack, um tablete de maconha, balança, sacos plásticos e lâminas de aço, caracterizando assim, a atividade traficante.
A partir dessa prisão a PC ficou sabendo do provável envolvimento dele na ação criminosa que culminou com as mortes de Josué Bezerra da Silva, de 34, e Geovane Santos da Silva, de 28.
Valdilene Bezerra Galdino, de 30, irmã de Josué, saiu ferida no braço.
Josué Bezerra foi baleado na nuca e tórax, e Geovane Santos, atingido com disparos na cabeça.
O crime foi praticado por homens portando armas de fogo.
Eles invadiram a casa e abriram fogo.
O renatodiniz.com entrou em contato com o delegado Francisco Assis Silva que preside as investigações sobre o duplo homicídio.
“Segundo informações que nos foi passada, ‘Derbal’ dirigia o carro que conduziu os assassinos”, disse o delegado.
O policial acrescentou que a motivação se deve ao tráfico.
“A motivação se deve a disputa de ponto de droga. O ‘Derbal’ morou naquela região algum tempo, fez lá a clientela dele do comércio de drogas e depois ficou recebendo ameaças. Em seguida saiu de lá e foi morar noutro bairro, mas não fechou o ‘comércio’ na região do Morro do Urubu e adjacências. Então como Geovane e Josué eram uma pedra no caminho dele, arquitetou tudo e levou os assassinos para matá-los”.
O delegado contou que Derbal negou qualquer envolvimento nos crimes de morte e de tentativa, como também negou que a droga encontrada pelos policiais da DRE pertencesse a ele.
Por sua vez o delegado Ramirez São Pedro informou que além do flagrante pelo tráfico, “Derbal” está sendo indiciado num processo de associação criminosa ao tráfico.
“Temos um vasto material sobre ele”, contou o delegado.
O homem encontra-se preso no Presídio Provisório, no Complexo Serrotão.
*Todo conteúdo desse texto é proveniente de contatos do www.renatodiniz.com com os delegados Francisco Assis Silva e Ramirez São Pedro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário