quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

JOVEM QUE FOI ESTUPRADA MORRE EM CAMPINA APÓS RECEBER ATENDIMENTO MÉDICO. ENTENDA O CASO

(Atualizado)
Uma jovem de 23 anos, que morava em Ingá, no Agreste, deu entrada no ISEA (Maternidade Elpídio de Almeida), em Campina Grande, com sinais de espancamento e sangramento genital.

Ela estava acompanhada do marido.
Minutos após ser atendida a jovem teve uma parada cardíaca e morreu.
O caso ocorreu na terça-feira (27/12) e foi noticiado nesta quarta-feira (28) na Patrulha da Cidade/TV Borborema.
Ela disse ao profissional que lhe atendeu no ISEA que tinha sido estuprada em João Pessoa.
O médico Delmiro Ramalho disse a reportagem da TV Borborema que “a paciente deu entrada por volta do meio-dia apresentando quadro grave com sangramento genital, quadro de anemia grave e possivelmente com sangramento intra-abdominal. Ela foi devidamente atendida, solicitado exames, encaminhada a UTI Materna, apesar de ela não estar grávida”.
O médico acrescentou que logo após ela dar entrada na UTI teve uma parada cardíaca.  
“Ela foi submetida a todas as manobras de ressuscitação, mas infelizmente não se obteve êxito”.
Ainda de acordo com o médico Delmiro Ramalho, a mulher chegou ao ISEA “acompanhada de um senhor que se dizia ser esposo dela e nosso atendimento se restringiu a isto: fazer o atendimento de urgência de uma paciente grave trazida pelo SAMU”.
O médico concluiu a entrevista relatando que a jovem disse que “tinha um sangramento genital desde o domingo (25) e que durante a consulta, procuramos saber alguma causa e ela finalmente esclareceu que foi violentada sexualmente por um ‘rapaz’ que ela não sabia quem era, em João Pessoa, no domingo; E apesar de a nossa função não ser policial, conversando com o marido dela (já que tinha algumas lesões genitais, algumas lesões corporais nela),ele disse que tinha vindo de João Pessoa no domingo e que ela tinha ficado lá. Quando chegou na residência deles, em Ingá  a mulher tinha passado mal e na segunda (26)  não procurou atendimento médico”.
(Redação com TV Borborema)

6 comentários:

  1. TEM CADA COISA QUE AGENTE PENSA, QUE É OUTRA COISA...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. segura o cara que tava com ela pq essa historia esta muito mal contada

      Excluir
  2. se ele diz que era esposo dela.porque passou esse tempo todo com ela em casa com sangramento e não procurou a policia fazer o B.O é bom a policia verificar esse caso porque possa ser que essa pessoa que se diz ser esposo tenha envolvimento desse caso.

    ResponderExcluir
  3. Estranho ne? Ele ter vindo e ela ter ficado em jp,estuprada por um homem q ñ sabia quem era,estuprada logo depois q o marido saiu de la? Pericia deve dizer oq aconteceu!

    ResponderExcluir
  4. eu estava certo que o marido estava envolvido nesse crime,foi contatado que foi ele próprio que cometeu o crime.cara safado agora ele vai pra cadeia tem gente lá que gosta desse tipo de pessoa.ele vai levar tanto pau na bunda ai ele vai se lembrar no que fez

    ResponderExcluir