terça-feira, 20 de dezembro de 2016

MOTOTAXISTA É ASSASSINADO PELO PRÓPRIO PASSAGEIRO EM CAMPINA GRANDE; PM TAMBÉM REGISTRA DUAS TENTATIVAS DE HOMICÍDIO

O delegado Francisco Assis Silva e equipe estão investigando o assassinato do mototaxista clandestino Ronald de Souza Costa, 26 anos, que morava na Rua do Tambor, Bairro Tambor, em Campina Grande.
O crime ocorreu na Rua Nely Medeiros de Oliveira, no Bairro Itararé, às 10h30 desta terça-feira (20/12).

“Rona”, como ele era conhecido, foi assassinado com oito tiros de pistola “380”, sendo seis na cabeça (três no rosto) e dois no abdome.
Em contato com o renatodiniz.com o delegado afirmou que o assassino era o próprio passageiro do mototaxista que na fuga contou com a ajuda de ocupantes de um carro.
Foi um acerto de contas.
Ele já foi processado por receptação.
“As informações que obtivemos são de que a vítima, que era mototaxista clandestino, fez uma corrida com o executor, até a rua onde houve o homicídio. Lá possivelmente já estava circulando um veículo Ford KA “rebaixado” de cor escura e quando a vítima chegou ao ponto onde o passageiro pediu parada, foi assassinado pelo garupa que depois fugiu no carro”.
Já no Bairro Três Irmãs, próximo a antiga “Manzuá” por volta das 16h30, Luciano Rodrigues, 20 anos, e Felipe Gonçalves, de 19, foram baleados quando estavam numa casa, de acordo com a PM.
Um homem chegou e efetuou disparos.
Eles foram socorridos por amigos e encontram-se no Hospital de Trauma fora de perigo.
A PC já dispõe do nome do atirador que segundo informações obtidas pela PM estava numa moto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário