quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

PC PRENDE ACUSADOS DE ROUBOS, TRÁFICO E FURTOS; SÓ ESTE ANO 855 PESSOAS JÁ FORAM PRESAS EM CAMPINA. PC TAMBÉM REALIZOU PRISÕES EM ALAGOA NOVA E POCINHOS

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande prenderam um homem de 38 anos em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo Juiz da Vara de Execuções Penais, após condenação definitiva por crimes de Furto Qualificado e Receptação.

Ele foi reconhecido por uma mulher, vítima de assalto, ocorrido na última quinta feira (15/12) no Bairro Jardim Paulistano.
A mulher foi seguida e abordada pelo acusado, Clovis Antônio, em uma motocicleta.
Ele confessou o crime e será processado por Roubo Qualificado.
Policiais da 7ªDD deram cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de Flávio Brito, acusado de furto qualificado e coação no curso do processo.
Consta na investigação que ele (preso em flagrante pela prática do furto), após ser liberado passou a ameaçar testemunhas e atrapalhar a instrução criminal.
Diante disso o delegado Cláudio Manoel representou pela prisão preventiva do acusado deu cumprimento ao mandado judicial.
E em cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva expedido pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Campina Grande, agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes prenderam no Bairro das Nações, Antônio Joselito.
Ele é acusado de distribuição de cocaína em pó e crack no centro de Campina Grande.
Ele foi indiciado por tráfico e associação para o tráfico de drogas.
Só este ano, até 21 de dezembro, a PC em Campina Grande prendeu 855 pessoas.
Policiais da 2ª DD prenderam um homem flagrante pela prática do crime de posse ilegal de arma de fogo.
A prisão decorreu do cumprimento de Mandado Judicial de Busca na residência dele.
Ele é suspeito de ter furtado um revólver calibre “38”, de uma empresa de segurança onde trabalhava.
EM POCINHOS
Policiais da 12ªDSPC/Esperança deram cumprimento ao Mandado de Prisão, expedido pela Vara Única da Comarca de Pocinhos, em desfavor de Irailton da Silva.
Ele responde por crimes de Roubo Majorado, Associação Criminosa e Latrocínio.
EM ALAGOA NOVA
Carlos Eduardo Ricardo da Silva, 21 anos, foi preso no sítio “Bacupari”, em Alagoa Nova.
Ele é acusado de assaltar uma farmácia na Rua Clementino Leite e agredir uma funcionária.
A PC em Alagoa Nova investiga a participação de dele nos arrastões de celulares.
Ele seria um dos “remanescentes” do bando de “bacurim”, diz a polícia.
(Por DRF, DRE, 2ªDD, 7ªDD/Campina Grande e 12ªDSPC/Esperança)

Nenhum comentário:

Postar um comentário