Menu

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

PIMENTEL PROPÕE REUNIÃO PARA REDUZIR AUMENTO E O FIM DO 13º SALÁRIO PARA OS VEREADORES DE CAMPINA

O presidente da Câmara de vereadores de Campina Grande, Pimentel Filho, se manifestou nas redes sociais afirmando que vai convocar os vereadores para uma reunião no sentido de rediscutir a Lei do subsidio deles.

PRAÇA DE MOTO EM FRENTE AO CAPITÓLIO AGORA É SÓ PARA MOTOTAXISTAS LEGALIZADOS

Com a presença da polícia militar e a CPtran, a STTP retirou na manhã desta sexta-feira (16/12) os mototaxistas que ocupavam de forma irregular a Praça 9, na frente prédio abandonado do Cine Capitólio, no Centro de Campina, e a entregou aos mototaxistas permissionários.

ALEXANDRE DO SINDICATO PEDE A RETIRADA DE PROJETO QUE CONTEMPLA 13º AOS PARLAMENTARES

O vereador Alexandre do Sindicato (PHS), durante a manhã desta sexta-feira (16/12), em meio à circulação de informações que permeavam a possibilidade do projeto, então, aprovado, que autoriza o recebimento do 13º salário aos vereadores da Casa Legislativa, decidiu solicitar a revogação do Projeto de Resolução à Mesa Diretora.

ROMERO RODRIGUES, ENIVALDO RIBEIRO E VEREADORES SERÃO DIPLOMADOS HOJE

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), reeleito para um segundo mandato, juntamente com seu vice, o ex-prefeito e ex-deputado Enivaldo Ribeiro (PP), vai diplomado nesta sexta-feira (16/12).

ALUNA DAS MALVINAS GANHA CONCURSO DE REDAÇÃO DO IPC NO PROJETO “A PERÍCIA CONTRA AS DROGAS"

Maria do Socorro Batista de Lima, aluna do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dom Luiz Gonzaga Fernandes, nas Malvinas, em Campina Grande, foi a ganhadora do concurso de redação promovido pelo Núcleo de Laboratório Forense de Campina Grande (NULF-CG) do Instituto de Polícia Científica da Paraíba, dentro do projeto "A PERÍCIA CONTRA AS DROGAS".

ENTENDA A SITUAÇÃO: STJ DECIDE QUE DESACATO NÃO É CRIME E ABSOLVE ACUSADO DE AFRONTAR POLICIAIS; DECISÃO VALE SOMENTE PARA UM CASO ESPECÍFICO, MAS...

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) absolveu nesta quinta-feira (15/12) um homem condenado por desacato a autoridade por afrontar policiais.
Por unanimidade, os cincos ministros da Turma consideraram que o ato não pode ser considerado um crime, por ferir a liberdade de expressão da pessoa.