terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ACUSADO DE TENTAR ASSALTAR MOTOTAXISTA ATIRA NA PM E ACABA MORTO

(Atualizado)
Um mototaxista alternativo foi vítima de tentativa de assalto no Bairro Pedregal em Campina Grande as 18h00 desta terça-feira (17/01), porém o acusado que era o passageiro do veículo ao perceber a presença da polícia militar atirou na guarnição, houve o revide e ele acabou morto.

O mototaxista, de 30 anos de idade, pegou uma corrida com o acusado que, durante o trajeto na Avenida Assembleia de Deus que margeia o Pedregal, anunciou o assalto.

O condutor acelerou a moto e disse “então vai morrer nós dois”.
Ao acelerar a moto e entrar na Avenida vinha, em sentido contrário uma viatura da PM.
O mototaxista começou a cortar luz para a guarnição, jogou a moto para cima da viatura e pediu socorro.
Nisto, o acusado começou a disparar contra os policiais que não tiveram alternativas a não ser responder a provocação.
O acusado morreu no local.
Ele disparou quatro vezes contra a PM com um revólver calibre "32".
O homem foi identificado como Gérson Alexandre da Silva, 26 anos, que mora no Crato/CE.
Ele estava passando férias na casa de parentes no Pedregal.
No entanto consta no relatório do CIOP que ele morava no Bairro Ramadinha II e era ex-presidiário.
(www.renatodiniz.com com informações de Márcio Rangel/TV Borborema)

7 comentários:

  1. Quem procura acha Seja lá o que for

    ResponderExcluir
  2. Esse daí nunca mais vai atirar em policial! Resposta a altura da PM!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Mas louco que o bandido foi o mototaxista, "então vai morrer nós dois",!!!

    ResponderExcluir
  5. Coisa boa um ladrão a menos parabéns ao pessoal desta guarnição, portirar mais um de circulação.

    ResponderExcluir